08 outubro 2007

A LINGUAGEM DA VISÃO


As pessoas que deixaram uma marca de êxito na história foram pessoas que não abriram mão daquilo que acreditavam e preservaram suas crenças através da linguagem que usavam. Quer líderes bons ou não, todos que deixaram suas marcas foram caracterizados por esta façanha de manter nos lábios o que acreditavam.
Tenho caminhado a alguns anos conhecendo, experimentando e vivendo a visão celular no modelo dos doze e tenho notado que muitos líderes que a adotaram tem se perdido na linguagem que a visão propõe.
É verdade que os princípios bíblicos ensinados através da visão não devem e nunca serão mudados porque o dono dela, o Senhor Jesus, não permitirá que isto aconteça. Porém, é preciso que se entenda que a visão tem uma linguagem e esta é inegociável.
É uma linguagem apurada com os princípios e conceitos bíblicos, o que a torna inegociável, por isso não é e não pode ser uma linguagem com bagagens repetidas de tudo o que está relacionado à religiosidade.
Por ser comprometida com o padrão mais elevado de vida a linguagem da visão deve ser preservada das inovações que roubam os seus objetivos.
Nada de errado há com aqueles que têm uma linguagem diferente e que querem preservar a linguagem que tem, mas como estamos na visão e a visão está em nós devemos viver e preservar sua linguagem guardando o princípio que o Senhor Jesus nos ensinou: Da abundância do coração fala a boca. Se a visão estiver no seu coração não haverá necessidade nenhuma de fazer esforços, simplesmente você vai publicá-la.

Como manter a linguagem da visão?

1. Exponham-se à linguagem da visão todos os dias. Cada dia tem um novo segredo para ser descoberto, uma nova experiência para ser vivida e um novo ensino para ser aprendido. Ouvir a visão todos os dias nos habilita a manter sua linguagem.
2. Leia e fale sobre a visão. É vasto o material que temos hoje sobre a visão celular no governo dos doze e quem quer corre atrás. São endereços na Internet, matérias excepcionais, pregações sobrenaturais, revistas, jornais, congressos, encontros, reencontros e uma infinita relação de coisas que acontecem para o fortalecimento daqueles que querem manter a linguagem da visão. O livro “O abecedário das células” do Ap. Renê é uma ótima dica.
3. Ensine a visão. À medida que ensinamos, aprendemos mais. Esta é uma das maneiras mais eficazes para se preservar um conhecimento.
4. Cante a visão. Depois da nossa viagem a Manaus, Julho de 2002, quando compramos o CD Cantando a Visão, do Pr. Gilmar Brito, nossa vida não foi mais a mesma. É tremendo quando começamos a cantar: Ganhar, Consolidar, Discipular e Enviar...
5. Publique-a. A cada reunião de célula, a cada celebração, a cada reunião com os discípulos é preciso publicar a visão. “Ninguém tem dificuldades em seguir um líder que sabe o que quer”. Publique a visão em todas as oportunidades.
“O fruto não são apenas as células e o número de discípulos, mas o fruto é também aquilo que tu falas. Aquilo que falas irá refletir-se ao teu redor na tua família e no teu ministério”C.C.


“UMA GRANDE VISÃO TEM POUCO EFEITO, A MENOS QUE SEJA COMUNICADA CORRETAMENTE”.
“SE SOUBERMOS O QUE PRETENDEMOS FAZER, O QUE ACREDITAMOS QUE DEVE SER FEITO, ENTÃO FICA MUITO MAIS FÁCIL PERCEBER QUANDO O NOSSO TEMPO OU ATENÇÃO ESTÁ SENDO DESVIADO DAQUILO QUE CREMOS QUE DEUS QUERIA QUE FIZÉSSEMOS”



Ponha em prática


Ainda hoje.

Pr. Josenilton Pinheiro.

Nenhum comentário: