18 julho 2016

CAMINHEMOS EM ALIANÇA COM DEUS

https://files.acrobat.com/a/preview/b6072720-7c1c-43e0-b129-c74d0425e7b0

Caminhemos em aliança com Deus

Base Bíblica:     Gn. 12.1-3; 17.1-9

Versículo para memorizar durante a semana:      Eu sou o Deus Todo Poderoso; anda na minha presença e sê perfeito. (Gênesis 17.1)

Introdução: Para que Abraão desfrutasse das promessas feitas por Deus, ele precisava cumprir os termos da aliança que Deus mesmo estabeleceu. Abraão deveria “sair da sua terra” e “andar na presença de Deus”.
Às vezes queremos que Deus cumpra suas promessas em nossas vidas sem atentarmos para a necessidade de sermos fieis aos termos de aliança que Ele tem conosco na qualidade de povo Seu.
Deus é fiel em suas alianças e promessas, e, espera que cada um de nós também seja fiel em cada etapa de nossas vidas.

O significado de “Sai da tua terra”. Significa a renuncia de todas as coisas que Deus pede que as renunciemos. Tantas vezes nos apegamos a velhos conceitos, a velhos modos de comportamento etc. e o Senhor nos chama a nos “despojar do velho homem e nos revestirmos do novo homem”. (Colossenses 3.8,9).

O apego ao que é velho é o maior obstáculo para alcançarmos o novo.
Nada nos impede tanto em receber o novo quanto nosso apego com as coisas que devíamos abrir mão.
Jesus disse: “não se põe vinho novo em odres velhos”. Indicando que o novo não virá enquanto estivermos apegados ao que é velho.

1.      Duas coisas que renunciamos com facilidade:
1.1. Relacionamentos que nos prejudicam. Preferimos romper esses relacionamentos a trabalhar na nossa própria alma e ser um canal de bênção para essas pessoas.
Jesus disse para “darmos pão e água” se o nosso inimigo tiver fome e sede. Ignorá-los, portanto, não é uma atitude de renuncia, mas de abandono.
1.2. Situações injustas. Podemos discordar de uma situação, por não acharmos justa e com isso nos omitirmos. Porém, a omissão não é renuncia. Nunca diga “não tenho nada a ver com isso” achando que está renunciando uma causa.

2.      As coisas que temos dificuldades em renunciar.
2.1. Hábitos. Se os nossos hábitos forem bons, tudo bem, mas se forem maus seremos prejudicados.
2.2. A procrastinação. A forma mais eficiente de renunciar a procrastinação é colocando em prática tudo o que precisa ser feito. O velho ditado tem aqui o seu valor: “não deixe para amanhã o que você deve fazer hoje”.
2.3. A religiosidade cega. No caso de Abrão sua casa e sua parentela eram obstáculos para a manifestação plena das promessas de Deus por causa da idolatria que envolvia os seus familiares.

Entendendo o significado de renuncia:
1.  Aquilo que preciso fazer, mas quase sempre não quero;
2.  Aceitar as condições impostas por Deus para obter o que Ele me prometeu;
3.  É a capacidade de abrir mão de coisas licitas para obter coisas legítimas. Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas; mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas. (1 Coríntios 6.12).
4.  É a capacidade de fazer o que não quero pra conseguir o que preciso.

“Se você faz o que todo mundo faz, chega aonde todo mundo chega. Se você quer chegar aonde a maioria não chega, precisa fazer o que a maioria não faz”.


Cuidado com as coisas adquiridas de forma ilegal. Toda semente prostituída é reprovada por Deus. Está escrito: Guardareis os meus estatutos; não permitirás que se ajuntem misturadamente os teus animais de diferentes espécies; no teu campo, não semearás sementes de mistura, e veste de diversos  estofos misturados não vestireis (Lev. 19.19). Exemplos de coisas adquiridas de forma ilegal:

  1.   Diplomas falsificados.
  2.  Currículos falsos.
  3.   Benefícios obtidos como troca por sexo.
  4.   Atestado médico comprado.
  5.   Casamentos recomendados.
  6.   Coisas roubadas etc.

O significado de “Anda na minha presença e sê perfeito”. A perfeição é possível quando se anda com o Todo Poderoso. Quem tem promessa de Deus tem que andar na presença do Deus Todo Poderoso.

1.  Andar na sua presença é viver comprometido com o padrão mais elevado de vida. “Não podemos agradar a Deus andando como queremos”.
2.  Andar na sua presença é não negociar a relação com Deus por nenhuma oferta transitória. As ofertas transitórias são sementes para o desprezo das coisas eternas.
3.  Andar na sua presença é entender que se passarmos um dia sem desfrutar bem da sua revelação ficaremos presos a coisas desnecessárias. Pare de fazer tudo o que está fazendo e comece a buscar a Deus.


Josenilton Pinheiro.
  
Este Guia de Estudo refere-se ao sétimo Estudo da série REFORMA E EXCELÊNCIA elaborado pelo apóstolo Josenilton Pinheiro com o objetivo de facilitar o ensino bíblico nas células da Igreja Rhema Ministério Apostólico.


Nenhum comentário: