08 agosto 2016

A ALEGRIA DE SER PERDOADO (Parte 2).



A alegria de ser perdoado (parte 2).

Texto Bíblico: Lucas 15.11-24
INTRODUÇÃO: No estudo anterior falamos sobre as atitudes do filho que saiu de casa de uma forma impensada e inconsequente: Pediu a herança, partiu para uma terra distante e desperdiçou tudo dissolutamente. É o retrato de todas as pessoas que abandonaram Deus e se entregaram aos prazeres transitórios do mundo.
Hoje veremos como foi grandioso o amor do pai ao receber de volta seu filho. É um retrato de como Deus o nosso Pai nos recebe toda vez que, arrependido, nos voltamos para Ele.

A DEMONSTRAÇÃO DO AMOR DO PAI POR SEUS FILHOS

Quatro coisas marcaram a atitude do pai com relação ao filho pródigo. São também demonstrações de Deus para aqueles que se arrependem e voltam para Ele:
  1. O pai o aguardou. Deus sempre nos aguarda. Desde quando o filho saiu de casa o pai tinha a esperança de que seu amado filho voltasse. Deus ainda espera que seus filhos perdidos voltem para a sua presença. Ele está pronto para recebê-los.

  1. O pai se compadeceu. A compaixão de Deus é uma expressão de sua natureza perdoadora. Por isso nunca devemos nos entregar a um sentimento de culpa e de indignidade. Ainda que sejamos indignos, Ele é cheio de compaixão.


  1. O pai abraçou e beijou seu filho. O verdadeiro amor tem demonstrações. A prova do amor que aquele pai tinha por seu filho foi demonstrada quando ele abraçou e beijou o seu filho. Talvez você nunca tenha recebido esse tipo de demonstração do seu pai aqui na terra, mas Deus o seu Pai celestial te ama e quer te receber em seus braços. Ele já demonstrou seu grande amor enviando seu único Filho para morrer no nosso lugar (João 3.16).

  1. O pai deu provisão. O perdão do pai foi acompanhado de provisão. O filho recebeu vestes novas, sandália nos pés e anel no dedo. Significa que Deus o nosso Pai, além de nos perdoar, está interessado em suprir também nossas necessidades básicas.

AS TRES ÁREAS DA RESTAURAÇÃO DO FILHO:

1.  No relacionamento familiar. Ele foi restituído à família pelo contato pessoal. Relação familiar é uma relação de contatos, de intimidade. Na nossa relação com Deus não pode ser diferente. Nosso retorno a Ele tem que ser um retorno de relacionamento.

2.  Nos direitos de filho. Os direitos dos filhos de Deus são roubados pelo pecado (Is. 59.1,2), mas, quando nos arrependemos estes direitos são restituídos. Hoje Ele quer restituir o seu direito de filho.


3.  Na alegria. A alegria é fruto do Espírito Santo em nós Gl. 5.22. A alegria é fruto de salvação (Salmos 51.12). Se há alegria no céu porque não pode haver na terra? (Lucas 15:10) -  Assim vos digo quealegria diante dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende.

CONCLUSÃO: Um filho perdoado receberá a melhor roupa.
Um filho perdoado receberá um anel como selo da reconciliação e da autoridade. (Gl. 5.1).

Um filho perdoado receberá uma grande festa.

Um comentário:

Um Chamado disse...

Uma palavra maravilhosa apóstolo