07 junho 2018

VENCER OS INSULTOS


“E saberei responder aos que me insultam, pois confio na tua palavra.”
(Salmos 119:42).

Alguém já te feriu com palavras? O que dizer das injúrias, fofocas e acusações com a intenção de denegrir sua imagem? 
Precisamos ter uma palavra mais forte do que os insultos que maldosamente são remetidos contra nós. Uma pessoa caluniosa, sendo ela cristã ou não, empresta sua boca ao acusador das nossas almas (Ap. 12.10).

Precisamos ter uma palavra mais forte do que os insultos pois sabemos que a única forma que justifica os sofrimentos que passamos é por fazermos o bem. “Porque que glória será essa, se, pecando, sois esbofeteados e sofreis? Mas, se fazendo o bem, sois afligidos e o sofreis, isso é agradável a Deus.”
(1Pedro 2:20).

  • Se as pessoas te insultam com palavras, continue confiante na Palavra.
  • Se as pessoas inventam mentiras ao teu respeito, continue confiante na Palavra - “bem-aventurados sois vós quando vos injuriarem, e perseguirem, e, mentindo, disserem todo o mal contra vós, por minha causa.”
(Mateus 5:11).
  • Se as pessoas são maledicentes, não se esqueça que a Palavra garante que todos darão contas diante de Deus.  “Mas eu vos digo que de toda palavra ociosa que os homens disserem hão de dar conta no Dia do Juízo. Porque por tuas palavras serás justificado e por tuas palavras serás condenado.”
(Mateus 12:36-37).

Que Deus nos guarde da língua ferina e estejamos sempre sob Sua Palavra.

Guarde a sua alma.

Josenilton Pinheiro.

7/6/18.

06 junho 2018

TUAS MISERICÓRDIAS


Venham sobre mim também as tuas misericórdias, ó Senhor, e a tua salvação segundo a tua palavra. (Salmos 119.41).

Suas misericórdias provam seu amor e bondade para com todos nós. É o que há no coração de Deus quando os pecadores voltam para Ele. “Deixe o perverso o seu caminho, o iníquo, os seus pensamentos; converta-se ao Senhor, que se compadecerá dele, e volte-se para o nosso Deus, porque é rico em perdoar” (Isaías 55.7). A misericórdia é uma demonstração do amor de Deus e não tem nada a ver com nossos méritos.
A parte humana é deixar seu mau caminho, se converter e voltar para Deus. A parte divina é restaurar e perdoar ricamente o pecador arrependido.

·        As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos. (Lamentações 3.22).

·        Quem é sábio ficará atento às misericórdias de Deus. “Quem é sábio atente para essas coisas e considere as misericórdias do Senhor”. (Salmos 107.43).

·        Deus é o Pai das misericórdias. Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, Pai das misericórdias e Deus de toda consolação, (2 Coríntios 1:3).
·        Os misericordiosos alcançarão misericórdia. Bem-aventurados os misericordiosos, pois obterão misericórdia. (Mateus 5:7).

·        Deus é riquíssimo em misericórdia. Mas Deus, que é riquíssimo em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou, estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo. (Efésios 2.4,5).

·        Misericórdia no tempo oportuno. Cheguemo-nos, pois, confiadamente ao trono da graça, para que recebamos misericórdia e achemos graça, a fim de sermos socorridos no momento oportuno. (Hebreus 4:16).

“Forra o teu caminho com ações misericordiosas – eis que, sem misericórdia, o Calvário se teria tornado um fórum de sentenças condenatórias, e não de perdão”. (Frances J. Roberts).

Aproveite o hoje.

Josenilton Pinheiro.
6/6/18.


       

05 junho 2018

A JUSTIÇA DIVINA NOS PROTEGE

“Chego a suspirar de tanta vontade de cumprir as suas instruções; preserve a minha vida pela sua justiça.”‭‭ (Salmos‬ ‭119:40‬).

O normal de uma pessoa saudável é ter apetite. A estrutura corporal trabalha para que todos os órgãos funcionem em sintonia produzindo o bem estar que o organismo necessita. De igual modo, o crente saudável tem apetite pelas coisas espirituais: oração, leitura e estudo da Bíblia, jejum, comunhão, serviço, obediência, etc. É claro que existe uma razão para tantos que desprezam estas coisas: eles buscam seus próprios interesses e se esquecem do Reino de Deus - “Coloquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e ele dará a vocês todas essas coisas.” ‭‭(Mateus ‭6:33‬).
O desejo de fazer a vontade de Deus, de cumprir suas instruções, são sinais evidentes daqueles que estão espiritualmente saudáveis. Eles recebem como recompensa a justiça divina ao seu favor, pois, sabem que cada semente de dedicação, autorresponsabilidade, compromisso, fidelidade, lealdade, renúncias, sacrifícios... vai produzir resultados extraordinários para suas vidas. Deus é fiel!
“Fará sobressair a tua justiça como a luz e o teu direito, como o sol ao meio-dia.” ‭‭(Salmos‬ ‭37:6‬).

Se vivemos sob as instruções do Senhor não temos que temer a injustiça humana. A justiça divina nos protege.

Continuemos firmes e confiantes no Deus que é a nossa justiça.
“Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda.”
‭‭(2Timóteo‬ ‭4:8‬).

Aproveite o hoje.

Josenilton Pinheiro.
5/6/18.

04 junho 2018

A BONDADE DA PALAVRA DE DEUS

“Desvia de mim o opróbrio que temo, pois os teus juízos são bons.”
(Salmos 119:39).

A Palavra de Deus é carregada de bondade. É a expressão de todas as virtude divinas em direção ao coração da gente. Sua Palavra viva mantém acesa em nós a fé, a esperança e a certeza de que suas promessas vão se cumprir em nós.
Há uma razão muito simples pela qual Deus deixou sua Palavra para nela meditarmos de dia e de noite (Salmos 1.2): Sua Palavra é suprema e a melhor para nossas vidas. 

São tantas vozes que invadem nossas almas todos os dias que nem sempre percebemos o mal que elas nos fazem. Voz de problemas, más notícias, crises, doenças, dívidas, violência, corrupção, traição etc. que provoca desespero, angústias e depressão.
Todavia, a Palavra de Deus é boa. Ouvi-la nos dá refrigério. “A lei do Senhor é perfeita e refrigera a alma; o testemunho do Senhor é fiel e dá sabedoria aos símplices.” (Salmos 19:7).

Você não merece ser assaltado todos os dias por más palavras. Ponha guardas nos seus ouvidos e escolha ouvir sempre a boa Palavra de Deus.

“Quem me ouvir e obedecer viverá em paz e segurança, sem ter medo do mal”.” (Provérbios 1:33).

Escolha viver de acordo com as promessas de Deus e não pelas circunstâncias que te cercam.

Viva a boa Palavra de Deus.

“Quem tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas.”
(Apocalipse 2:29).

Aproveite o hoje.

Josenilton Pinheiro.
4/6/18.

03 junho 2018

VIVER A PROMESSA


Confirma ao teu servo a tua promessa feita aos que te temem. 
(Salmos 119.38).

As promessas de Deus sustentam a nossa fé. Por elas somos inspirados a permanecer firmes mesmo diante das mais agruras lutas. As promessas de Deus enchem nosso coração de esperança e conhece-las é fundamental para mantermos a chama da nossa fé acesa.
São as promessas de Deus que nos fazem ver além daquilo que está estampado diante dos nossos olhos.
Mas nós, segundo a sua promessa, esperamos novos céus e uma nova terra, nos quais habita a justiça. (2 Pedro 3:13). O que seria de nós se esperássemos no Senhor somente nesta vida? 
(1 Coríntios 15.19).

Promessas específicas:
·        Suprimento diário. Deus é um Pai zeloso e provê tudo aquilo que necessitamos. Porque vosso Pai celestial sabe que precisais de tudo isso. ” (Mateus 6:32). Como povo de Deus, devemos confiar em todo tempo que Ele nos dará tudo o que necessitamos para nossa subsistência. Do mesmo modo como Ele supriu as necessidades do seu povo no deserto, assim continua fazendo nos dias de hoje. Ele é Deus de provisão.

·        Companhia do Espírito Santo. Jesus fez essa promessa tremenda para seus discípulos quando eles estavam com o coração turbado acerca do futuro. “E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco” (João 14.16). A presença do Espírito Santo em nós deve ser uma experiência diária de acordo com o que Jesus prometeu.

·        Paz. Tenho-vos dito estas coisas, para que em mim tenhais paz”. (João 16:33). A paz que guarda a nossa mente (Filipenses 4.7); A paz independente das circunstâncias (1 Tessalonicenses 3.16); A paz para aquele que tem o propósito firme em Deus (Isaias 26.3); a paz como fruto do Espírito (Gálatas 5.22). A paz é uma promessa. Um direito do povo de Deus. Não podemos deixar que essa paz seja roubada pelo pecado da ansiedade (Filipenses 4.6).

·        A constante presença do Senhor.e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. (Mateus 28:20).

·        A promessa da vida eterna. E esta é a promessa que ele nos fez: a vida eterna. (1 João 2:25).

Vivamos as promessas que o Senhor nos fez. “Visto que andamos por fé (nas promessas que Ele fez) e não por vista (as circunstâncias que nos cercam). (2 Coríntios 5.7).

Aproveite o hoje.

Josenilton Pinheiro.
3/6/18.



02 junho 2018

ATRAÍDOS PELA VAIDADE


Desvia os meus olhos de contemplarem a vaidade, e vivifica-me no teu caminho.
(Salmos 119.37).

O melhor significado de vaidade que encontrei é a que define como a qualidade daquilo que é vão, vazio e firmado em aparência ilusória. Sobre isso todos nós somos bombardeados com os mais diversos tipos de vaidades. A bem da verdade, a vaidade é atrativa, nos chama a atenção e nos distrai dos verdadeiros valores da vida.
O sentido bíblico de vaidade tem mais a ver em como descobrir os verdadeiros valores da vida e não se deixar persuadir pelo transitório.
Bem disse o apóstolo Paulo: “Porque andamos por fé e não por vista”. (2 Coríntios 5.7) validando a vida numa perspectiva de eternidade, para além daquilo que é palpável, passageiro, ilusório.

Precisamos desviar os nossos olhos da vaidade para que a nossa mente não fique sujeita ao que é vão.
O Senhor conhece os pensamentos do homem, que são vaidade. (Salmos 94:11).

Precisamos desviar nossos olhos da vaidade para não sermos enganados. Não confie, pois, na vaidade, enganando-se a si mesmo, porque a vaidade será a sua recompensa. (Jó 15:31).

Precisamos desviar nossos olhos da vaidade para não sermos impedidos de ver o Senhor. Aquele que é limpo de mãos e puro de coração, que não entrega a sua alma à vaidade, nem jura enganosamente. (Salmos 24:4).

Não se deixe vencer pela vaidade. “Porque o Senhor não vê como vê o homem, pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração. ” (1 Samuel 16:7).


Que nosso coração esteja tão focado em Deus que não haja espaço para nenhum tipo de vaidade.

Aproveite o hoje.

Josenilton Pinheiro.
2/6/18.

01 junho 2018

NADA COBIÇAR


“Inclina o meu coração a teus testemunhos e não à cobiça. ” (Salmos 119.36).

Um dos males do coração é a cobiça. Está escrito: “A vida é uma canseira, nem dá para descrever! Mesmo que vejamos tudo que existe, não ficamos satisfeitos; podemos ouvir todos os sons, mas nem assim ficamos contentes. ” (Eclesiastes 1.8).

A ávida fome da alma humana é a prova de sua queda espiritual, moral e física. Todos correm aceleradamente e sem feios para fontes que se esgotam e não saciam. “Porque o meu povo fez duas maldades: a mim me deixaram, o manancial de águas vivas, e cavaram cisternas, cisternas rotas que não retêm as águas”. (Jeremias 2.13).

A cobiça é traiçoeira. Mesmo para um povo que experimentou tremendos milagres de livramento do Egito e suprimento nos desertos, a cobiça foi um mal humano que tentou a Deus. “Cedo, porém, se esqueceram das suas obras e não lhe aguardaram os desígnios; entregaram-se à cobiça, no deserto; e tentaram a Deus na solidão. ” (Salmos 106.13,14).

A cobiça é a antessala do pecado e da morte. “Então, a cobiça, depois de haver concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, uma vez consumado, gera a morte. ” (Tiago 1.15).

A cobiça é uma das razões da oração não respondida. “Cobiçais e nada tendes; matais, e invejais, e nada podeis obter; viveis a lutar e a fazer guerras. Nada tendes, porque não pedis; pedis e não recebeis, porque pedis mal, para esbanjardes em vossos prazeres. ” (Tiago. 4.2,3).
A cobiça e a ingratidão andam juntas. O cobiçoso é por natureza ingrato. Nunca está agradecido por aquilo que tem e ainda cobiça do seu próximo aquilo que não pode ter. (Êxodo 20.17). É um pecado silencioso, e, por isso, difícil de ser percebido sem discernimento espiritual. (1 Coríntios 2.15).

Como qualquer outro tipo de pecado, o pecado da cobiça deve ser confessado e abandonado (Provérbios 28.13), caso contrário, se tornará uma armadilha que prenderá a alma de quem o possui. (Provérbios 1.19).

Oração: Amado Pai, oramos para que não nos esqueçamos dos teus grandes feitos (Salmos 126.3) e que nossos corações se encham de gratidão em todo tempo. Amém.

PENSAMENTO DO DIA

“Pois tudo o que há no mundo — a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação dos bens — não provém do Pai, mas do mundo. ” (1 João 2:16).

Aproveite o hoje.

Josenilton Pinheiro.
1/6/18.

31 maio 2018

FELICIDADE


Guia-me pelo caminho dos teus mandamentos, pois neles encontro a felicidade. (Salmos 119.35).

Os benefícios em caminhar sob os princípios do Senhor são incontáveis. Experimentar a verdadeira felicidade está em se encontrar e se reencontrar com o Autor da vida que é a fonte da verdadeira felicidade.
Nota-se no texto de hoje que ‘a felicidade não está no lugar para onde vamos, mas no caminho por onde passamos’. Ou seja: a verdadeira felicidade brota em nosso coração à medida que caminhamos, independente das circunstâncias que nos cercam. Não significa necessariamente ausência de problemas, mas contentamento independente dos problemas.
Nossa caminhada com Deus precisa ser tão intensa a ponto de produzir esse nível de contentamento. É a experiência narrada em outro texto sagrado quando o salmista declarou: “Senhor, tu és a minha porção e o meu cálice; és tu que que garante o meu futuro”. (Salmos 16.5).

Deus é a fonte da verdadeira felicidade. Nele vivemos em plenitude. “E, assim, habite Cristo no vosso coração, pela fé, estando vós arraigados e alicerçados em amor, a fim de poderdes compreender, com todos os santos, qual é a largura, e o comprimento, a altura, e a profundidade e conhecer o amor de Cristo, que excede todo entendimento, para que sejais tomados de toda plenitude de Deus”. (Efésios 3. 17-19).

Deus é a fonte da verdadeira felicidade. Nele vivemos em equilíbrio e segurança. “E o efeito da justiça será paz, e a operação da justiça, repouso e segurança para sempre”. (Isaías 32.17).

Deus é a fonte da verdadeira felicidade. Nele encontramos tranquilidade. “Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas”. (Salmos 23.2).

Deus é a fonte da verdadeira felicidade. Nele recebemos o perdão. Bem-aventurado aquele cuja iniquidade é perdoada, cujo pecado é coberto. Bem-aventurado o homem a quem o Senhor não atribui iniquidade" (Sl 32.1,2).

Essa busca pela felicidade é o mais profundo anseio que abriga no coração das pessoas. Buscá-la fora da Fonte (João 4.14) é um desperdício de esforço e tempo, apesar de tantas tentativas que as pessoas empenham para alcançar.

Uma das mais belas canções de Horatio Gates Spafford (1829-1888) descreve o significado de ser feliz.

SOU FELIZ COM JESUS

Se paz, a mais doce, me deres gozar,
Se dor a mais forte sofrer;
Oh, seja o que for, Tu me fazes saber
Que feliz com Jesus hei de estar.
Coro:
Sou feliz com Jesus!
Sou feliz com Jesus,
Meu Senhor!
Embora me assalte o cruel Satanás,
E ataque com vis tentações,
Oh, sim, certo estou, mesmo em tais provações,
Em Jesus acharei força e paz.
Jesus, meu Senhor, ao morrer sobre a cruz
Livrou-me da culpa e do mal;
Salvou-me Jesus, oh, mercê sem igual!
Sou feliz, e hoje vivo na luz.
A vinda eu anseio do meu Salvador;
Em breve virá me buscar;
E então lá no Céu vou pra sempre morar,
Com remidos, na luz do Senhor.

ORAÇÃO: Amado Deus, ajuda a cada um de nós a desfrutar da verdadeira felicidade à medida que caminhamos debaixo dos Teus princípios. Que nada nos roube o gozo de viver em tua presença. Amém.

PENSAMENTO DO DIA

“A felicidade que Jesus nos dá não é um constante ‘andar nas nuvens’, uma contínua sensação de bem-estar, livre de todos os desconfortos, mas é a certeza de estarmos abrigados nEle”.
(Norbert Lieth).

Aproveite o hoje.
Josenilton Pinheiro.
31/5/18.

30 maio 2018

INTEGRALMENTE


Dá-me entendimento, e guardarei a tua lei, e observá-la-ei de todo o meu coração. (Salmos 119.35).

Nada é tão perigoso quanto o coração dividido.

“Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá? ”. (Jeremias 17.9).
Só mesmo quem adquire entendimento vindo de Deus (Mateus 16.17) consegue observar os princípios espirituais de maneira integral. De todo coração significa que o amor devotado a Deus é por inteiro. É quando nosso coração é tão de Deus que nada nem ninguém poderá nos separar desse amor (Romanos 8.39).

·         Nosso coração é de Deus e não o dividimos com o mundo.  “Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele” (1 João 2.15).

·         Nosso coração é de Deus e não o dividimos com Mamom. “Ninguém pode servir a dois senhores, porque ou há de odiar um e amar o outro ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom”. (Mateus 6.24).

·         Nosso coração é de Deus e não o dividimos como pecado.Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, para lhe obedecerdes em suas concupiscências; Nem tampouco apresenteis os vossos membros ao pecado por instrumentos de iniquidade; mas apresentai-vos a Deus, como vivos dentre mortos, e os vossos membros a Deus, como instrumentos de justiça”. (Romanos 6.12,13).

·         Nosso coração é de Deus e não o dividiremos com outros deuses. Porém, se vos parece mal aos vossos olhos servir ao Senhor, escolhei hoje a quem sirvais; se aos deuses a quem serviram vossos pais, que estavam além do rio, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; porém eu e a minha casa serviremos ao Senhor. (Josué 24.15).

·         Nosso coração é de Deus e não o dividiremos com nenhuma outra opção. “Simão Pedro respondeu: Mestre, para quem iremos nós? Só o Senhor tem as palavras que dão vida eterna”. João 6.68).

ORAÇÃO: Amado Deus, ajuda a cada um de nós a dedicar integralmente nosso coração a Ti de tal forma que nada mais nos afaste do teu amor. Somos teus, totalmente teus, integralmente teus. Amém.

PENSAMENTO DO DIA

“Não existe integridade em graus: baixa, média e alta. Ou você a tem, ou não tem”. (Tony Dungy).


Aproveite o hoje.

Josenilton Pinheiro.
30/5/18.

29 maio 2018

ATÉ O FIM


“Ensina-me, Senhor, o caminho dos teus decretos, e os seguirei até o fim”. (Salmos 119.33).

A ideia de começar (iniciativa) e de terminar o que começou (acabativa) está presente nos textos bíblicos.
Deus é apresentado como Aquele que começou e foi até o fim. “E, havendo Deus acabado no dia sétimo a sua obra, que tinha feito, descansou no sétimo dia de toda a sua obra, que tinha feito”. (Gênesis 2.2). Ele é nosso modelo de começar e terminar o que fazemos.

O salmista nos inspira ao aprendizado, ao objeto do aprendizado e à atitude com relação ao aprendizado.

“Ensina-me”. O aprendizado necessário. Quem deseja crescer na graça e no conhecimento do Senhor (2 Pedro 3.18) terá que submeter-se ao ensino. Só mesmo os loucos “desprezam a sabedoria e o ensino” (Provérbios 1.7), e por essa rota muitos homens estão traçando o seu próprio destino: “E gemas no fim de tua vida, quando se consumirem a tua carne e o teu corpo, e digas: Como aborreci o ensino! E desprezou o meu coração a disciplina! E não escutei a voz dos que me ensinavam, nem a meus mestres inclinei os ouvidos! Quase que me achei em todo mal que sucedeu no meio da assembleia e da congregação” (Provérbios 5. 11-14).

Deus é profundo. As coisas relacionadas a Ele são profundas e, não podemos aprendê-las de forma rasa e superficial. O mal dessa nossa geração é que ela está carregada de muita informação e pouca estrutura que forma. A tecnologia e o acesso ao conhecimento por meio dela são um bem e tanto, mas somente os que se empenham no aprendizado continuo e formativo poderão usufruir desse bem. Deus “deu mestres” para aperfeiçoar os santos (Efésios 4.11) e, como disse E. M. Bounds:  “Deus não unge métodos, Ele unge homens. Nós estamos à procura de melhores métodos. Deus está a procura de melhores homens”. O método primário de Deus para ensinar é através de homens cheios do Espírito Santo.

‘O caminho para a vida é de quem guarda o ensino, mas o que abandona a repreensão anda errado” (Provérbios 10.17).

“O caminho dos teus decretos”. O objeto do aprendizado. Há, na oração do salmista um objetivo muito claro. Ele pediu a Deus que o ensinasse o caminho dos seus decretos. Na jornada com Deus é preciso que tracemos bem a rota das nossas motivações a fim de que não sermos roubados pelas distrações do caminho. Quem ama a Deus e ama os Seus princípios, quererá aprender sobre os caminhos dos Seus decretos. O apetite espiritual é sinal de saúde espiritual. A falta de apetite é sinal de doença. Um crente saudável anela estar em constante aprendizado. (Oseias 6.3).

“E os seguirei até o fim”. A atitude com relação ao aprendizado. Não é um saber por saber, mas um saber que nos dê forças para suportar as mais terríveis tempestades, e depois de tudo permanecer firmes. “Para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes”. (Efésios 6.13).
ü A salvação é para quem perseverar até o fim. (Mateus 24.13).
ü Jesus amou seus discípulos até ao fim. (João 13.1).
ü Deus começou a boa obra e a aperfeiçoará até o Dia de Jesus Cristo. (Filipenses 1.6).

Oração: Amado Deus, ajuda-me a desejar intensamente aprender os caminhos dos teus decretos a ponto de eu poder aprender com aqueles que o Senhor escolheu para ensinar. Que eu possa apreciar tudo o que o Senhor deseja me ensinar e permanecer até o fim. Amém.

PENSAMENTO PARA O DIA

Deus é profundo. As coisas relacionadas a Ele são profundas e, não podemos aprendê-las de forma rasa e superficial.

Aproveite o hoje.
Josenilton Pinheiro.
29/5/18.

28 maio 2018

ALEGRIA EM SERVIR


Percorrerei o caminho dos teus mandamentos quando me alegrares o coração. Salmos 119.32.

Faça as coisas de qualquer forma e terá como resposta qualquer coisa. Faça-as com alegria e terá respostas extraordinárias.

Estamos vivendo na geração onde tudo é rápido. Tudo é para ontem. Uma geração desacostumada com a profundidade das coisas na vida. Sem raiz, semelhante a semente que caiu em solo rochoso, onde a terra era pouca...”e porque não tinha raiz, secou-se” (Marcos 4.5,6).
É extremamente lamentável que muitos crentes se acostumaram tanto com a expressão “perder a alegria do primeiro amor”, que nem se quer percebe a gravidade dessas palavras. Servir a Deus é uma atitude carregada de amor e alegria. É inconcebível a ideia de servi-lo de qualquer forma ou pesarosamente. “Porque este é o amor de Deus: que guardemos os seus mandamentos; e os seus mandamentos não são pesados” (1 João 5.3).
Quando tomados pela alegria de caminhar por princípios bíblicos, somos distinguidos “entre o que serve a Deus e o que não serve” (Malaquias 3.18).

Somos chamados a servir a Deus com alegria. “Servi ao Senhor com alegria, apresentai-vos diante dele com cântico”. (Salmos 100.2).
Paulo falou aos irmãos em Filipos que orava com alegria. “Fazendo, sempre com alegria, oração por vós em todas as minhas súplicas” (Filipenses 1.4).
Deus ama ao que dá com alegria. “Cada um contribua segundo propôs no seu coração, não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria” (2 Coríntios 9.7).
O ministério deve ser cumprido com alegria. “Mas em nada tenho a minha vida por preciosa, contanto que cumpra com alegria a minha carreira e o ministério que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da graça de Deus” (Atos 20.24).
Quando os pastores são honrados, servem com mais alegria. “Obedecei a vossos pastores e sujeita-vos a eles; porque velam por vossa alma, como aqueles que hão de dar conta delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil” (Hebreus 13.17).
A salvação é demonstrada pela alegria. “Torna a dar-me a alegria da tua salvação e sustém-me com um espírito voluntário” (salmos 51.12).
Que nunca percamos a alegria de servir ao Senhor e percorrer o caminho dos seus mandamentos.


"Algumas pessoas nunca se tornam maduras. Elas nunca souberam a alegria de se renderem a algo além de si mesmos. " 
(E. Stanley Jones).

Aproveite o hoje.

Josenilton Pinheiro.
28/5/18.

27 maio 2018

O QUE TE ENVERGONHA?

“Ó Senhor Deus, tenho seguido os teus ensinamentos; não me deixes passar pela vergonha do fracasso.”
(Salmos 119:31). 

Acredito que a resposta a esta pergunta precisa ser bem clara em nossa mente a fim de que possamos nos mover a todo custo para não passar pelo vexame da vergonha. É desonroso quando o esforço para evitar a vergonha tem como foco os outros. Ninguém, senão e apenas os movidos de compaixão, estão preocupado com a vergonha alheia. Cada
um corre atrás de seu próprio interesse e não está nem aí para o que possa acontecer com os demais. Portanto, se temos alguma razão para nos envergonhar que seja por nós mesmos e por nossa família. Os únicos diante dos quais poderíamos nos envergonhar de alguma coisa. Os cínicos  vão zombar das nossas tentativas fracassadas, os invejosos vão achar bom. Você acha justo se envergonhar por causa deles?
Claro que não.
É questão de honra pessoal se empenhar por aquilo que anelamos para nós mesmos e para nossa família. E, se há alguma dor que nos envergonha é a de fracassar diante da nossa família.
A maior dor que um pai pode passar é a dor da vergonha de não conseguir suprir as necessidades básicas de sua família.
O antídoto para a vergonha é coragem de se levantar e se responsabilizar por resultados diferentes.
  • Acredite que os que temem a Deus não precisam passar por vergonha. “E comereis fartamente, e ficareis satisfeitos, e louvareis o nome do Senhor, vosso Deus, que procedeu para convosco maravilhosamente; e o meu povo não será mais envergonhado.”
(Joel 2:26).
  • Evite a todo custo a amizade com o escarnecedor. “Lança fora ao escarnecedor, e se irá a contenda; e cessará a questão e a vergonha.”
(Provérbios 22:10).
  • Tire o foco das coisas que não deram certo e fique focado em novas conquistas. “Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem são as que Deus preparou para os que o amam.”
(1Coríntios 2:9).
  • Evite a todo custo a pior das vergonhas: “E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para a vida eterna e outros para vergonha e desprezo eterno.”
(Daniel 12:2).

Chega de vergonha. “Então, lhe disse Jesus: Levanta-te, toma o teu leito e anda.” (João 5:8).

Outras citações:

“De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto.”
(Rui Barbosa).

“A vergonha é a preciosíssima capacidade do homem de relacionar os seus comportamentos com as exigências daquela suprema consciência, que nos foi deixada de herança pela história da humanidade”.
(Mikhail Saltykov-Stcherdrine).

Aproveite o hoje.

Josenilton Pinheiro.
27/5/18.