15 janeiro 2008

Aliança – a chave para a restituição


I Sm 18:3 Então Jônatas fez um pacto com Davi, porque o amava como à sua própria vida.
4 E Jônatas se despojou da capa que vestia, e a deu a Davi, como também a sua armadura, e até mesmo a sua espada, o seu arco e o seu cinto.
I Sm 20:12 E disse Jônatas a Davi: O Senhor, Deus de Israel, seja testemunha! Sondando eu a meu pai amanhã a estas horas, ou depois de amanhã, se houver coisa favorável para Davi, eu não enviarei a ti e não to farei saber?
13 O Senhor faça assim a Jônatas, e outro tanto, se, querendo meu pai fazer-te mal, eu não te fizer saber, e não te deixar partir, para ires em paz; e o Senhor seja contigo, assim como foi com meu pai.
14 E não somente usarás para comigo, enquanto viver, da benevolência do Senhor, para que não morra,
15 como também não cortarás nunca da minha casa a tua benevolência, nem ainda quando o Senhor tiver desarraigado da terra a cada um dos inimigos de Davi.
16 Assim fez Jônatas aliança com a casa de Davi, dizendo: O Senhor se vingue dos inimigos de Davi.
O texto fala da aliança entre Davi e Jônatas, filho de Saul. Davi foi um homem escolhido por Deus para reinar em Israel. Ele havia sido ungido rei pelo profeta Samuel, todavia, Saul ainda reinava sobre o povo. Apesar de Deus já o ter rejeitado, ele continuava no trono em Israel.
A Bíblia afirma que a partir daquela unção o Espírito do Senhor se apoderou de Davi e o primeiro desafio que ele enfrentou após a unção foi o gigante Golias. Sabemos que ele acabou com Golias e com a vergonha de Israel. A partir daí, Davi deixa de ser um pastor de ovelhas anônimo e passa a ser admirado por muitas pessoas.
A primeira pessoa que declaradamente se encanta com Davi, com sua coragem, o seu carisma e pela presença de Deus em Davi é Jônatas, um príncipe guerreiro filho de Saul.
A Bíblia fala que Jônatas fez uma aliança com Davi.
7. 2 E havia um servo da casa de Saul, cujo nome era Ziba; e o chamaram à presença de Davi. perguntou-lhe o rei: Tu és Ziba? Respondeu ele: Teu servo!
8.
8. 3 Prosseguiu o rei: Não há ainda alguém da casa de Saul para que eu possa usar com ele da benevolência de Deus? Então disse Ziba ao rei: Ainda há um filho de Jônatas, aleijado dos pés.
9.
9. 4 Perguntou-lhe o rei: Onde está. Respondeu Ziba ao rei: Está em casa de Maquir, filho de Amiel, em Lo-Debar.
10.
10. 5 Então mandou o rei Davi, e o tomou da casa de Maquir, filho de Amiel, em Lo-Debar.
11.
11. 6 E Mefibosete, filho de Jônatas, filho de Saul, veio a Davi e, prostrando-se com o rosto em terra, lhe fez reverência. E disse Davi: Mefibosete! Respondeu ele: Eis aqui teu servo.
12.
12. 7 Então lhe disse Davi: Não temas, porque de certo usarei contigo de benevolência por amor de Jônatas, teu pai, e te restituirei todas as terras de Saul, teu pai; e tu sempre comerás à minha mesa.


1. E o que é uma aliança? – Aliança é um forte compromisso, é um tipo de união, um pacto entre duas ou mais partes com objetivos comuns.
Aliança é mais que um contrato, pois um contrato sempre apresenta cláusulas de revogação. A aliança bíblica é eterna.
2. Para se fazer uma aliança precisamos de, pelo menos, duas pessoas. Não dá pra se fazer aliança sozinho. A aliança envolve duas pessoas, pois se uma das partes não cumprir o que lhe cabe outra fica desobrigada a cumprir.
A aliança que Jônatas fez com Davi era de protegê-lo e para que ficasse evidenciada aquela aliança, Jônatas lhe entrega alguns sinais:
3. Sinais da aliança de Jônatas com Davi:
- A capa – roupa, proteção
- A armadura - Conjunto de armas defensivas dos antigos guerreiros, especialmente aquelas que constituíam a sua vestidura e proteção direta do corpo.
- A espada - A espada é a mais antiga arma ofensiva mencionada na Bíblia. É arma de guerra.
- O arco -instrumento que serve para atirar setas;
- O cinto – parte das vestimentas
Aquela entrega era algo muito significativo, pois Jônatas era um guerreiro.
E o que isso nos ensina?
1. Que quando temos uma aliança com Deus evidenciamos os sinais dessa aliança.
As pessoas vão olhar para nós e ver que nós temos uma aliança com Deus. Você será conhecido pelo nível de compromisso que tem com Deus. As pessoas saberão da sua aliança com Deus?
Tem pessoas que são infiéis ao Senhor, dão um péssimo testemunho, não evidenciam sinais de serem aliançados com Deus, mas acham que Deus tem obrigação de abençoá-los só porque eles se dizem crentes.
2. Quem vive debaixo de aliança caminha um caminho seguro
Jônatas não teve medo de entregar a Davi seus instrumentos de guerra. Ele sabia que Davi também o protegeria. Ele sabia que Davi era um grande líder.
Com Deus não é diferente, quando nos aliançamos com o Senhor completamente, entregando tudo o que temos e somos a Ele, podemos descansar seguros, pois ele tem cuidado de nós.
3. Quem vive em aliança está protegido pelos termos da aliança
1Sm 20:14 E não somente usarás para comigo, enquanto viver, da benevolência do Senhor, para que não morra,
15 como também não cortarás nunca da minha casa a tua benevolência, nem ainda quando o Senhor tiver desarraigado da terra a cada um dos inimigos de Davi.
16 Assim fez Jônatas aliança com a casa de Davi, dizendo: O Senhor se vingue dos inimigos de Davi.
Havia um forte compromisso entre Davi e Jônatas e de acordo com os termos da aliança Davi deveria usar de bondade para com a casa de Jônatas ainda que este morresse. Jônatas sabia que Davi cumpriria a sua parte.
Mais tarde, o que acontece? Saul e Jônatas são mortos. Davi lamenta profundamente e vai atrás de saber se havia alguém da linhagem real para que ele abençoasse.
4. Quem vive debaixo de aliança será restituído
5. II Samuel 96. 1 Disse Davi: Resta ainda alguém da casa de Saul, para que eu use de benevolência para com ele por amor de Jônatas?
Meu irmão, se você vive debaixo de uma aliança você será restituído. Deus irá a sua procura para lhe abençoar e restituir. Não importa o que lhe aconteceu.
Mefibosete era um príncipe triste, amargurado, prisioneiro de dramas terríveis que lhe haviam roubado tudo o que tinha. Ele tinha cinco anos quando perdeu o pai, o avô, o reino, havia ficado aleijado dos pés e esquecido num canto qualquer. Ele cresceu nesse cenário, tornou-se um homem, mas dentro de si, tamanhas rupturas lhe custaram sua auto-estima. Quando foi chamado por Davi ele pensou? O que ainda falta me acontecer? Que desgraça ainda não caiu sobre a minha cabeça?
Ele chega diante de Davi e diz: Quem som eu para que se lembre desse cão morto?
Ele não acreditava mais, estava desistido, sentindo-se como um cão, e pior ainda, um cão morto, mas Deus faz com que Davi se lembre da aliança que tinha com Jônatas. E aí, amados, a restituição de Deus chegou.
Deus resgata aquele homem à posição de príncipe. O faz viver na casa do Rei, a comer na mesa do Rei e lhe restitui tudo que era de seu pai. Veja o poder que tem uma aliança...
Quem vive debaixo de uma aliança será restituído. Se você é um homem ou uma mulher de aliança saiba, a restituição de Deus virá sobre a sua vida assim como veio sobre a vida de Mefibosete.
Não importa quanto tempo dure a sua tristeza, a restituição de Deus virá sobre você.

Sheila Pinheiro

14 janeiro 2008

Eu preciso buscar mais a Deus

E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes com todo o vosso coração. (Jeremias 29.13) Eu preciso buscá-Lo. Preciso mesmo! Não só nos momentos quando me falta algo, mas em todo tempo. Agora mesmo eu preciso parar tudo para ouvi-Lo. Se eu não parar as coisas não param e eu não O ouço. Eu preciso buscá-Lo porque não sei das novidades que a vida vai me dar. São tantas!
As noticias vem em todo o tempo, boas e ruins e eu vou precisar de fé pra lidar com cada uma delas. Eu preciso buscá-Lo até entender que não vale a pena se preocupar, não vale a pena lamentar o tempo todo. Se eu não buscá-Lo hoje perco o dia por não fazer a coisa mais importante da vida: Me relacionar profundamente com Ele. Não adianta carregar o conhecimento. É preciso utilizá-lo! Eu preciso e vou buscar mais a Deus.
Na aliança

11 janeiro 2008

Zelo cristão

Confia no Senhor de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento (Provérbios 3.5). O simples fato de perguntar: “Senhor tu queres que eu faça isto”? pode gerar inúmeras bênçãos na vida de um filho de Deus. Parece simples, mas se tivéssemos por hábito orar a Deus por todas as coisas, principalmente pelas mínimas coisas, teríamos menos problemas, mais condições de resolvê-los e menos preocupações. Confia no Senhor de todo o teu coração quando as coisas parecerem difíceis, mas confia também quando parecerem favoráveis. Não é em vão que a bíblia diz que “há caminhos que ao homem parece ser bom, mas o fim deles é a morte”. Todo zelo ainda é pouco e o maior zelo que o cristão pode ter é confiar em Deus. Em 2008 seja zeloso. Confie mais no Senhor! Na aliança Pr. Jó