09 outubro 2008

Fuja da negligência

Quem é negligente na sua obra já é irmão do desperdiçador ( Pv. 18.9).

Desperdiçar é: · Não usar as coisas na sua totalidade, esbanjar, desaproveitar. · Colocar muita comida no prato e só comer a metade. A outra parte é jogada no lixo. · É comprar uma infinidade de roupas e calçados e não usá-los. · É ocupar a mente com as imundícias da televisão e não separar tempo com qualidade para a leitura da bíblia e para a oração.
Negligenciar no trabalho é um convite a perder oportunidades, promoções e empregos, dentre outras coisas. A bíblia diz: “Em todo trabalho há proveito” (Pv. 14.23). Nada justifica a falta de produtividade no trabalho, pois há uma bênção prometida: Proveito! Negligência e preguiça são as razões para a improdutividade. Todo nível de destruição que existe é resultado da falta de diligencia e da falta de empenho naquilo que se faz. Ex: Não conseguir cobrir os gastos financeiros por negligência no controle. Neste caso o que fazer? Com base na multiplicação dos peixes: 1. Ponha em ordem todas as coisas. Ponha em ordem todas as dívidas. Você precisa encarar o fato de que deve. Não fuja dessa realidade. Relacione todas as dívidas e busque negociação. Esse é o primeiro passo para quitá-las. 2. Abençoe tudo o que tem. Não se concentre naquilo que você não tem, mas no que tem. Lembre-se dos recursos financeiros, bens moveis e imóveis, jóias, veículos etc. 3. Quando necessário abra mão do que você tem. O garoto podia reter os pães e peixes que tinha, mas, se o fizesse perderia a oportunidade do milagre. 4. Decida viver diligentemente (Ef. 5.15). Para pensar: Se faltar diligência o desperdício bate à porta. · Não desperdice mais seu tempo – 1 Tm. 4.15 · Não precisa ser “pão duro”, mas saiba para onde vai cada centavo. · Dê qualidade ao seu trabalho. Qualidade no trabalho é igual a qualidade de vida.

VOCÊ É O QUE É E NÃO TEM COMO CAMUFLAR ISSO POR MUITO TEMPO.

Josenilton Pinheiro