24 maio 2010

Meu coleirinha


Meu coleirinha foi embora, não mais voltou
Saiu de sua gaiola e voou
Pra bem longe e cantou
Seu canto livre de liberdade!
Meu coleirinha foi embora
E me ensinou a chorar
De saudade do seu canto,
Da sua companhia...
Voa coleirinha!
E canta teu canto estridente!
Embora isso não me deixe sorridente, voa...
Meu coleirinha foi embora, não mais voltou
Para me ensinar o que é ter saudade,
O que é ter vontade e não poder...
Voou pra bem longe!Fazendo-me olhar pra o horizonte...E sonhar. Saudosamente sonhar!Voou pra cantar seu canto estridente.Meu coleirinha foi embora...E eu nunca mais esqueci!
Voa coleirinha!
Crédito da foto Pinfotos

22 maio 2010

Pródigo


Pródigo


Um homem tinha uma fazenda e era muito rico
seus filhos trabalhavam com ele e eram amigos
Um certo dia um dos meninos virou a cabeça
Pediu a sua parte na herança pois tinha certeza

Que longe de casa a vida tinha mais brilho
Deixando seu pai aflito 2x

E lá se foi aquele rapaz e a sua aventura
gastando seu dinheiro e seus bens na noite escura
Seus novos amigos, seu grande prestigio tudo faixada
Se viu remando contra a maré numa canoa furada

longe de casa faminto e sozinho, lembrou do seu pai
amigo
longe de casa faminto e sozinho, lembrou do seu pai
amigo

Tomando o caminho de casa arrependido, seu pai avistando-o
de longe ficou comovido
beijou-lhe com ternura quebrando o jugo, deu-lhe
vestido
e pôs um anel em seu dedo calçou seus pés feridos
chamou os vizinhos, queria festejar
seu filho perdido
voltou ao lar 2x
voltou, voltou,voltou,voltou, voltou, voltou, voltou
ao lar
ele voltou ao lar.

03 maio 2010

DERRUBE O GIGANTE E MATE-O


Leitura bíblica necessária: 1 Sm 17. 12-51
Introdução: Ficamos sempre impressionados quando lemos este texto das escrituras com o modo tão promissor como Davi venceu ao gigante Golias.
Encoraja-me saber que o maior segredo de toda essa batalha foi a capacidade de Davi confiar todos os seus recursos e experiências ao Senhor dos exércitos.
Devemos nos lembrar, porém, que, a vitória sobre o gigante se deu não foi quando este caiu, mas quando ele perdeu a cabeça.
AQUILO QUE FAZEMOS EM SEGREDO SERÁ REVELADO EM PÚBLICO
1.      Apascentava as ovelhas do seu pai, 34 – Ocupação necessária e responsabilidade pelo que fazia.
2.      Enfrentava os inimigos do campo. Leão e urso. “Sempre que vinha um leão ou um urso e tomava um cordeiro do rebanho” 34
3.      Perseguia os inimigos e os vencia. 35 –
Saia após ele e o matava e lhe arrancava da boca
Levantando-se ele contra mim, segurava-o pela queixada, e o feria e matava.
4.      Atribuía suas vitórias a Deus. “O Senhor que me livrou das garras do leão e das garras do urso, me livrará das mãos deste filisteu” 37.
DEVEMOS COMPREENDER OS RECURSOS QUE TEMOS E USÁ-LOS APROPRIADAMENTE
1.      Deus nos deu recursos do espírito
2.      Deus nos deu recursos do corpo
3.      Deus nos deu recursos da alma
4.      Deus nos deu recursos do tempo
5.      Deus nos deu recursos materiais

A MELHOR ARMA, O MELHOR EQUIPAMENTO, A MELHOR ESTRATÉGIA OU O MELHOR CONHECIMENTO NÃO SÃO A GARANTIA DE SER BEM SUCEDIDO NA GUERRA.
A inexperiência é um inimigo sagaz e perigoso. 38,39
Saul deu a Davi o que tinha de melhor em equipamento de guerra:
Capacete de bronze
Couraça
Espada
“E procurou em vão andar, pois não estava acostumado com aquilo” 39.
Deus vai te usar com os recursos que você tem:
1.      Cajado = Autoridade. Pode ser que Deus não se utilize de outras armas que você tem, mas ele não te usará sem autoridade.
2.      Cinco pedras lisas. As coisas simples têm um poder de atuação impressionante. Enquanto Golias e seu exército se gloriavam das armaduras que tinham Davi se refugiou no Deus que lhe daria vitória.
3.      Alforje. Tenha sempre de reserva algumas pedras.
4.      Funda. Esteja pronto a agir. Muitos falam, poucos agem!
ANTES DE VENCER O INIMIGO GIGANTE DEVEMOS VENCER OS INIMIGOS DA FÉ 28.30-33
1.    Desânimo. “Sempre que damos um passo de fé para lutar contra o inimigo, há alguém a nosso redor para nos desanimar, e, com freqüência, essa resistência começa no próprio lar”. “Saul também não foi de grande ajuda com suas palavras e conselhos: Contra o filisteu não poderás ir para pelejar com ele, pois tu és ainda moço, e ele, guerreiro desde a mocidade” 33.
“Quando vivemos de acordo com as aparências calculamos tudo do ponto de vista humano, o que nos leva sempre a desanimar. Porém quando vivemos pela fé, deus entra na equação e muda todos os resultados”[i].
2.      Bons argumentos, 33. Os argumentos do rei Saul pareciam convincentes, mas eram frutos da incredulidade.
3.      Intimidação. “Esta é a nossa maior batalha quando lutamos com gigantes.
Quando eles nos intimidam,
1)     Ficamos sem voz;
2)     Nossos pensamentos se confundem;
3)     Esquecemos como orar;
4)     Concentramos-nos nos pontos negativos;
5)     Esquecemos de quem somos representantes”[ii]
NÃO É SUFICIENTE DERRUBAR OS GIGANTES, É PRECISO MATÁ-LOS
Charles R Swindoll diz:[iii]
1)     Enfrentar gigantes é uma experiência que intimida. Por isso sempre que derrubarmos um gigante devemos destruí-lo, destroná-los das nossas vidas para que ele não se levante em vingança contra nós.
2)     Guerrear é uma experiência solitária. Ninguém mais pode lutar por você. O seu Golias é mesmo seu!
3)     Confiar em Deus é uma experiência estabilizadora.
Conquistar vitória é uma experiência memorável.



[i] Comentário Bíblico Expositivo Warrem W Wiersbe, Históricos pag 246,247
[ii]Charles R Swindoll, Davi – Mundo cristão pag 67
[iii] Ídem, pag 69

01 maio 2010

Fazer



Fazer


Fazer é uma decisão que você não pode adiar.