31 outubro 2007

Como reagir a um fofoqueiro


Em seu livro O PERDÃO INCONDICIONAL Ron Lee Davis indica cinco perguntas simples para combater a fofoca e a calúnia que ameaçam nosso espírito e destroem nossos relacionamentos:
1. Por que você está me contando isso?
2. Onde conseguiu sua informação
3. Você já procurou a pessoa acerca de quem está falando?
4. Você já averiguou todos os fatos?
5. Importa-se se eu citar seu nome?

“Gálatas 6.1 esclarece a nossa responsabilidade para com aqueles que levam e trazem boatos: Irmãos, se alguém for surpreendido nalguma falta, vós, que sois espirituais, corrigi-o com o espírito de brandura.
Não é uma opção; é nosso dever. Se alguém vem procurá-lo com um boato, você deve indagar a respeito do que está fazendo—com firmeza e em espírito de brandura.


Pastor Josenilton Pinheiro

29 outubro 2007

COM QUEM VOCÊ COMPARTILHA OS SEUS SONHOS?

Salmo 1 
Nós fazemos parte de uma Visão que tem levantado homens e mulheres bem-aventurados. Uma geração de pessoas verdadeiramente felizes que tem sonhos e não dispersa esses sonhos com conversas tolas e não edificáveis como o apóstolo Paulo falou: Ef 4:29 - Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem. A visão celular é uma visão de sonhos. Se um dia pararmos de sonhar a visão deixará de ser celular e entrará no nível das nossas particularidades e interesses pessoais. Entendendo que somos uma visão celular de sonhos, quando é que paramos de sonhar?

I. QUANDO COMPARTILHAMOS OS NOSSOS SONHOS COM OS CONSELHEIROS DA IMPIEDADE. 1. Tem muita gente vivendo segundo os conselhos dos ímpios; 2. Tem muita gente falando segundo os conselhos dos ímpios; 3. Tem muita gente se vestindo segundo os conselhos dos ímpios. 4. Segundo a bíblia o ímpio é aquele que vive alheio a vida de Deus e são obscurecidos de entendimento (Ef. 4.18). 1. O ÍMPIO MATA OS SONHOS COM PALAVRAS. Exemplo 1. Eu preciso ir ao Encontro. Vem o ímpio e diz: “Não vai não, eu ouvir dizer que esse negócio de G12 é do diabo.” E aí mata o sonho de quem está tentando mudar de vida. Exemplo 2. Agora eu tenho um discipulador. Vem o ímpio e diz: “Que história é essa? Eu sou é discípulo de Jesus e de mais ninguém. Que onda é essa de dar satisfação aos outros?”. E aí mata o sonho de quem está tentando ser ajudado. Exemplo 3. Eu vou ser líder de célula. Vem o ímpio e diz: “Você? Tu não és líder nem de tu mesmo e vai ser líder de célula? Duvido. E aí mata o sonho de quem quer fazer o que Jesus mandou fazer”. 2. O IMPIO É UM HOMICIDA. 3. O IMPIO NUNCA TERÁ A LINGUAGEM DE UM CRISTÃO (A MENOS QUE SE CONVERTA), mas, muitos que se dizem cristãos tem uma linguagem de ímpio. Se sua boca não estiver alinhada com a boca de Deus você matará os seus sonhos e os sonhos de muita gente, a menos que Deus toque os teus lábios com brasas vivas do altar como fez com Isaías.
Quando Isaías teve aquela visão uma palavra entrou no seu coração e ele começou a dizer: “Ai de mim que estou perecendo! Porque sou um homem de lábios impuros e habito no meio de um povo de impuros lábios”. Quando Isaías começou a dizer o que Deus disse a vida começou a brotar pelo toque dos serafins. Ele era servo de Deus, mas a sua boca estava falando o que era ímpio, e a morte estava à porta. Pv 18:21 - A morte e a vida estão no poder da língua; e o que está na boca fala o coração.Lc. 6.45. 4. A IMPIEDADE TEM SUA BASE NO REINO DE SATANAS. E sempre vem com a missão de descredibilizar o que Deus disse. “Não é bem assim... certamente não morrereis” (Gn 3.4) 

II. QUANDO NOS DETEMOS A CAMINHAR NOS CAMINHOS DOS PECADORES. 1. Quando o diabo não consegue matar os sonhos através dos ímpios ROUBA OS SONHOS ATRAVÉS DOS PECADORES. Quem são estes? São aqueles que se gloriam em praticar a maldade. 2. Quando você anda nos caminhos dos pecadores luta para ser santo, mas quando anda nos caminhos do Senhor “é um santo lutando contra o pecado”. 3. Quem tem uma visão não se detem no caminho dos pecadores praticando toda sorte de impiedade descrita em Rm. 1. 29-32 · Injustiças, iniqüidades, · Malícia, prostituição, · Avareza, · Maldade, · Possuídos de inveja, · Homicídios, · Contendas, · Dolo, Engano, · Malignidade, · Difamadores, murmuradores, · Caluniadores, · Aborrecidos de Deus, · Insolentes, injuriadores, · Soberbos, Presunçosos, · Inventores de males, · Desobedientes aos pais, · Insensatos, nécios, · Pérfidos, infiéis, · Sem afeição natural, · Sem misericórdia, irreconciliáveis. Rm 1:32 - Os quais, conhecendo a justiça de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem. RM 6:23 - Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor. O Novo Comentário da Bíblia diz o seguinte: “O verso 32 indica que os pecados aí condenados não resultam de ceder a tentações súbitas, mas alimentados deliberadamente e estimulados nos outros”. PV 1:10 - Filho meu, se os pecadores procuram te atrair com agrados, não aceites. PV 1:11 - Se disserem: Vem conosco a tocaias de sangue; embosquemos o inocente sem motivo; Pv 1:12 - Traguemo-los vivos, como a sepultura; e inteiros, como os que descem à cova; 1:13 - Acharemos toda sorte de bens preciosos; encheremos as nossas casas de despojos; 1:14 - Lança a tua sorte conosco; teremos todos uma só bolsa! 1:15 - Filho meu, não te ponhas a caminho com eles; desvia o teu pé das suas veredas; 1:16 - Porque os seus pés correm para o mal, e se apressam a derramar sangue. 1:17 - Na verdade é inútil estender-se a rede ante os olhos de qualquer ave. 1:18 - No entanto estes armam ciladas contra o seu próprio sangue; e espreitam suas próprias vidas. 1:19 - São assim as veredas de todo aquele que usa de cobiça: ela põe a perder a alma dos que a possuem. A nova geração que nasceu para adorar a Deus tem sofrido atentados de morte. Do mesmo modo como tentaram tirar a vida do autor da vida, o inimigo tenta tirar a vida dos pequeninos da nova geração. Não me refiro a uma morte física(pois não tememos aqueles que tocam a carne), mas um tipo de morte diferente. A morte dos sonhos, a morte da visão, a morte da coragem, pois p´ra ser da nova geração tem que ter coragem. A cultura televisiva tem a marca da morte, mas o don gratuito de Deus vem restaurar a igreja através da nova geração. Como vencer este espírito de morte? 1. Não se prenda aos agrados dos pecadores 10; 2. Não se prenda às suas palavras 11; 3. Não aceite suas propostas, 12,13, 14; 4. Não ande em seus caminhos nem em suas veredas 15; 5. Não te prendas às suas redes 17,18. 


III. QUANDO NOS ASSENTAMOS NA RODA DOS ESCARNECEDORES (Crítico, zombador ). Os que se inclinam a escarnecer 1. Deleitam-se no escárnio. Pv 1:22 - Até quando, ó simples, amareis a simplicidade? E vós escarnecedores, desejareis o escárnio? E vós insensatos, odiareis o conhecimento? 2. São contenciosos. Pv 22:10 - Lança fora o escarnecedor, e se irá a contenda; e acabará a questão e a vergonha. Devem ser lançados fora. 3. São desprezados por Deus. Pv3:34 - Certamente ele escarnecerá dos escarnecedores, mas dará graça aos mansos. 4. Não ouvem repreensão. Pv 13:1 - O FILHO sábio atende à instrução do pai; mas o escarnecedor não ouve a repreensão. Estão surdos espiritualmente conf. Is. 6.10 5. Odeiam os que o repreendem. Pv 9:8 - Não repreendas o escarnecedor, para que não te odeie; repreende o sábio, e ele te amará. “Os versos 7-9 são um discurso proferido pela sabedoria aos convivas enquanto comiam das viandas adrede (carnes de animais terrestres preparadas de propósito). O que repreende o escarnecedor traz sobre si afronta. A sabedoria está se referindo aos que, não tendo aceitado o convite, estariam zombando dos que aceitaram, e então pede que, a tal qualidade de gente, não se responda, não se repreenda, porque não tem discernimento para compreender o bom conselho e se voltará contra o conselheiro. A estes não convinha repreender, pois não tinham capacidade para discernir o bom e o mau”. Ao escarnecedor não se repreende, deixa-se. TENTAR CONVENCER UM TOLO É PERDER TEMPO; TENTAR CONVENCER UM SÁBIO É GANHÁ-LO. O escarnecedor nunca aprende”. ( Est. Liv. Provérbios Juerp- Antonio Mesquita) 6. Põe os outros em perigo. PV 29:8 - Os homens escarnecedores alvoroçam a cidade, mas os sábios desviam a ira. “No alvoroço de uma cidade só mesmo os sábios podem controlar a situação, pois um povo amotinado é um povo inconsciente”. Mas, os sábios restaurarão o controle das cidades através das células em cada casa. 


COMO DEVEMOS SONHAR 1. Alinhados com os princípios da palavra de Deus. É Ele quem gesta em nós os sonhos. Tem muita gente sonhando sonhos descasados da palavra de Deus e não sabem, e se sabem não crêem que a lei do Senhor restaura a alma Sl. 19.7 2. Comprometendo o nosso tempo com os princípios de sua palavra. E na sua lei medita de dia e de noite. · Existem os sonhadores anuais – a cada começo de ano. · Existem os sonhadores mensais – a cada data de pagamento. · Existem os sonhadores semanais – no culto de domingo. · Existem os sonhadores diários, que a cada manhã acordam com um novo sonho, com um novo projeto e neles persevera! · Se você é espiritual tudo o que você faz é espiritual. Se você não é espiritual não adianta querer espiritualizar sua vida no domingo à noite.


FRUTOS DE QUEM SONHA OS SONHOS DE DEUS 1. Ele é como uma árvore plantada junto a corrente de águas. Quem está plantado na Visão Celular está plantado junto a corrente de águas. 2. No devido tempo dá fruto. Eu sou uma árvore frutífera e o tempo de dar fruto é hoje. O tempo de dar fruto chegou.
3. A folhagem não murcha. A estrutura externa de uma árvore são as folhas. É aquilo que embeleza a árvore. Os galhos que sustentam os frutos são os mesmos que sustentam as folhas. A estrutura externa da Visão celular são os galhos que sustentam os frutos e as folhas e estes galhos são as células. Muitas estruturas murcharam, mas a estrutura ensinada e experimentada por Jesus continua verdinha, verdinha.
4. Tudo quanto fizer prosperará. Quem vai prosperar? Quem fizer alguma coisa. Quer crescimento das células, da igreja, do reino? Faça alguma coisa e Deus te fará próspero. 1) O crescimento das células depende daquilo que fazemos. É preciso dar rumos ao nosso propósito de GANHAR através das células. Se acharmos que as pessoas irão às nossas células por si mesmas perderemos muito, mas se fizermos alguma coisa para que elas vão à igreja o Senhor nos fará prosperar. 2) O crescimento do reino depende daquilo que fazemos. Sl 1:4 - Não são assim os ímpios; mas são como a moinha que o vento espalha. 1:5 - Por isso os ímpios não subsistirão no juízo, nem os pecadores na congregação dos justos. 1:6 - Porque o SENHOR conhece o caminho dos justos; porém o caminho dos ímpios perecerá.

SENTENÇA DE DEUS SOBRE OS QUE NÃO SONHAM OS SEUS SONHOS 1. Serão espalhados pelo vento. Um ímpio, por ser homicida não tem sustentação em lugar algum. “as cascas de grãos vazias não tem peso substancial para estabilizar-se e é facilmente levada pelos ventos da adversidade”. 1) Espalhadas pelos ventos emocionais. Todos quantos não são curados emocionalmente são levados pelos ventos das emoções que sobem e descem. Estes são aqueles que não vivem daquilo que a Palavra de Deus diz, mas daquilo que eles sentem. 2) Espalhados pelos ventos das opiniões. Como ele não tem firmeza qualquer argumento é suficiente para fazê-lo mudar de rumo. Esta falta de sustentação pode ser vista da seguinte forma: a) Os ímpios não subsistirão no juízo. “A punição eterna será o resultado final na vida do ímpio”. Existe o juízo final para os ímpios,mas existem os juízos temporários que se vive na terra pela desobediência e descaso aos princípios de sua lei. Se você não buscar se refugiar na (tora), lei de Deus será chamado de ímpio e será punido na terra e no futuro. b) Os pecadores não subsistirão na congregação dos justos. Pv. 11.5 diz que o perverso cai pela sua impiedade. Tem muita gente buscando repostas para justificar a saída da igreja, mas a razão principal é a pratica de pecados e a permanência neles. Orgulho, falta de perdão, rebeldia, maledicência, queixas, murmurações, ódio, ira, vingança, mentira etc são pecados. Se vivermos neles não teremos subsistência para permanecer na igreja. Esta é a sentença para o pecador. c) Serão desconhecidos de Deus. O Senhor conhece o caminho dos justos, mas o caminho dos ímpios, pecadores e escarnecedores perecerão. MT 7:23 - E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade. Jesus falou que muitos que profetizam, expulsam demônios e fazem maravilhas ainda praticam iniqüidade. O que Ele estava ensinando com isso? Ele quis ensinar que o simples fato de fazer o que certo não é suficiente para agradar a Deus. O que agrada a Deus é sermos certos e não apenas o fazermos o que é certo! Quando não somos verdadeiros nas nossas motivações, na nossa conduta e no nosso caráter a sentença de Deus virá sobre nós dizendo: Não vos conheço.


Conclusão: Os sonhos que Deus fez brotar em nosso coração não serão roubados pelo inimigo da nossa alma através dos ímpios, pecadores e escarnecedores a tríade, maligna que se levanta para exterminar os sonhos dos filhos de Deus. Por isso velaremos por esses sonhos para que não sejam contaminados por compartilharmos com pessoas erradas.

Josenilton Pinheiro

21 outubro 2007

A BENDITA ARTE DE PLANEJAR



A BENDITA ARTE DE PLANEJAR



Lc. 15. 25-30. Leia o texto.

O coração do homem pode fazer planos, mas a resposta certa dos lábios vem do Senhor. ( Pv. 16.1)
O coração do homem propõe o seu caminho; mas o Senhor lhe dirige os passos. (Pv. 16.9)
Confirmados pelo Senhor são os passos do homem em cujo caminho ele se deleita. (Sl.37.23)
Entrega ao Senhor as tuas obras, e teus desígnios serão estabelecidos. (Pv. 16.3)

Quem nunca passou por uma situação desagradável e desejou que fosse diferente?
Você acorda na segunda feira com aquela disposição de ir para o trabalho ou para aquela entrevista! Toma um belo banho seguido de um saboroso café da manhã. Arruma-se direitinho, dando os últimos retoques e segue o seu plano para o início da semana. Êpa! Um pequeno imprevisto, você não acha a chave do carro ou quando chega na parada o ônibus não passa. Algo dentro de você começa a aparecer. Dizem que é a ansiedade...
Você consegue sair de casa ou entrar no ônibus e... ufa que alívio!
Mas, de repente você diz ou grita: “Não acredito”! Tocaram fogo em pneus na estrutural e ir pela estrada parque nesse horário é engarrafamento na certa. Você se arrepende por não ter acordado mais cedo, fala mal do Arruda, ou quem sabe manda sua mulher calar a boca... As reações são as mais variadas.
Seja qual for a sua experiência com improvisos, há de concordar comigo que é mais fácil se sair bem numa dessas situações citadas quando planejamos com antecedência do que quando deixamos de planejar.
Planejamento é a praticidade dos nossos sonhos.
“Os sábios de Israel acreditavam no planejamento. O mesmo acontecia com o maior dos sábios, que ensinou seus discípulos a calcularem o custo do discipulado tão cuidadosamente quanto o fariam se se tratasse de construir uma grande torre”. (Lc. 14.25-30).
“As pessoas de bom-senso, tanto no passado como no presente, conhecem a importância do planejamento cuidadoso e do uso parcimonioso do tempo. Sabem também que Deus tem planos diferentes dos nossos, planos que algumas vezes modificam os nossos”.
“Os alvos são a nossa motivação para o futuro; mas alvos sem planejamento são como navio que tem destino, mas não leme. Você pode estar em movimento, mas tem pouco ou nenhum controle sobre sua direção. Bons alvos merecem bons planos”.
Um escritor chamado Peter Druker, disse: “Podemos criar nosso futuro a partir do momento que sabemos exatamente onde desejamos chegar e nos preparamos adequadamente para a caminhada”.
Ele diz que há muitas formas de prever o futuro e uma delas é INVENTÁ-LO.
Duas coisas são apresentadas no texto de Lucas 14.25-30 e que devem ser analisadas com cuidado. Elas devem ser consideradas na elaboração de um planejamento.

O querer edificar uma torre. Fala dos anseios da nossa alma, daquilo que queremos ser ou ter, fala dos nossos alvos e propósitos.
· Nossos desejos são gerados a partir das portas de entrada da nossa alma.
· Na maioria das vezes nossos desejos não correspondem aos nossos recursos.
Porque onde estiver o teu tesouro, aí estará também o teu coração.
A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo teu corpo terá luz; se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes são tais trevas!(Mt. 6-21-23)
· O desejo por algo às vezes é arriscado.
Então, vendo a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento, tomou do seu fruto, comeu, e deu a seu marido, e ele também comeu.(Gn. 3.6)
Disseram mais: Eia, edifiquemos para nós uma cidade e uma torre cujo cume toque no céu, e façamo-nos um nome, para que não sejamos espalhados sobre a face de toda a terra.(Gn.11.4).
Assentar-se para calcular as despesas. Fala dos recursos que possuímos. Neste aspecto muitos desistem logo por não possuírem recursos financeiros para realização dos seus anseios, ambições ou necessidades. Os recursos que Deus tem nos dado não são somente os financeiros.

Possuímos recursos financeiros. Aquilo que temos em dinheiro e bens. Muitos não calculam nada, não planejam nada porque ganham pouco. VOCÊ PODE GERAR RECURSOS COM OS RECURSOS QUE TEM ·
 Possuímos recursos culturais. Aquilo que sabemos e conhecemos;
 Possuímos recursos sociais. Pessoas que podem nos ajudar a alcançar nossos planos;
 Possuímos recursos espirituais. Podemos orar, jejuar e guerrear pelos nossos planos.

Dicas:
Separe tempo para planejar;
Cite os passos específicos que planeja dar em direção ao seu alvo;
Quando fizer quaisquer planos -grandes ou pequenos- SEPARE TEMPO PARA ORAR.
“Devemos fazer o nosso melhor plano, o mais consagrado, deixando lugar para as surpresas de Deus. Elas devem fazer parte de nosso plano”.

Notas: Como aproveitar o máximo do seu tempo e potencial, E.Betânia, págs. 12,13,14,24

Pr. Josenilton Rosa Pinheiro

13 outubro 2007

COMO SE LIVRAR DA TEORIA E ENTRAR NA PRÁTICA

A teoria em todos os seus níveis só é importante porque é informativa. Porém, a prática é fundamental porque é formativa. Entre o que sabe e o que faz existe uma diferença muito grande.

A intenção desta matéria é desperta-lo para a praticidade de suas idéias e de seus sonhos. Myles Munroe em um de seus livros diz que “o lugar onde encontramos as mais brilhantes idéias é no cemitério, porque muitos morreram com idéias que não colocaram em prática”. Não seja um assassino de boas idéias.
Para se livrar por completo da teoria você precisa:

1. Acreditar que suas idéias são praticáveis. Não se perca em si mesmo achando que suas idéias são absurdas ou difíceis demais para serem colocadas em prática. Quem ousa praticar suas idéias, no mínimo amadurece emocionalmente quando estas não dão certo. Ouse praticar. Os melhores artesãos começaram com obras simples, mas a prática fez deles artesãos.
2. Abolir definitivamente de sua vida a preguiça. Gosto de uma frase que aprendi quando prestei serviço militar: “Tudo o que deve ser feito merece ser bem feito”. Tenho aprendido que para obedecer eu não preciso concordar. Do mesmo jeito eu não preciso sentir vontade para fazer o que precisa ser feito. O nome disso é: responsabilidade pessoal. Se você não consegue fazer o que precisa sozinho, peça ajuda. O nome disso é: humildade. Relacione todas as coisas que você pensou em fazer e não fez durante os últimos trinta dias. Das tarefas mais simples até as mais urgentes. Depois disso comece a realizá-lo uma por uma. Vai ser tremenda a experiência!
3. Se vista para realização de suas idéias. Se você, por exemplo, teve a idéias de fazer natação, compre a roupa adequada; se teve a idéia viajar para o exterior, tire o passa-porte. À medida que você assume o perfil de um realizador de idéias estas nunca ficam encaixotadas, ou engavetadas.
4. Dê prêmios a você mesmo. Quando tiver uma idéia, idealize uma recompensa para você mesmo quando essa idéia for colocada em prática. O nome disso é: motivação pessoal.
5. E por fim não se surpreenda se for mais feliz.

Ponha em prática

Ainda hoje.


Pastor Josenilton Pinheiro.

08 outubro 2007

A LINGUAGEM DA VISÃO


As pessoas que deixaram uma marca de êxito na história foram pessoas que não abriram mão daquilo que acreditavam e preservaram suas crenças através da linguagem que usavam. Quer líderes bons ou não, todos que deixaram suas marcas foram caracterizados por esta façanha de manter nos lábios o que acreditavam.
Tenho caminhado a alguns anos conhecendo, experimentando e vivendo a visão celular no modelo dos doze e tenho notado que muitos líderes que a adotaram tem se perdido na linguagem que a visão propõe.
É verdade que os princípios bíblicos ensinados através da visão não devem e nunca serão mudados porque o dono dela, o Senhor Jesus, não permitirá que isto aconteça. Porém, é preciso que se entenda que a visão tem uma linguagem e esta é inegociável.
É uma linguagem apurada com os princípios e conceitos bíblicos, o que a torna inegociável, por isso não é e não pode ser uma linguagem com bagagens repetidas de tudo o que está relacionado à religiosidade.
Por ser comprometida com o padrão mais elevado de vida a linguagem da visão deve ser preservada das inovações que roubam os seus objetivos.
Nada de errado há com aqueles que têm uma linguagem diferente e que querem preservar a linguagem que tem, mas como estamos na visão e a visão está em nós devemos viver e preservar sua linguagem guardando o princípio que o Senhor Jesus nos ensinou: Da abundância do coração fala a boca. Se a visão estiver no seu coração não haverá necessidade nenhuma de fazer esforços, simplesmente você vai publicá-la.

Como manter a linguagem da visão?

1. Exponham-se à linguagem da visão todos os dias. Cada dia tem um novo segredo para ser descoberto, uma nova experiência para ser vivida e um novo ensino para ser aprendido. Ouvir a visão todos os dias nos habilita a manter sua linguagem.
2. Leia e fale sobre a visão. É vasto o material que temos hoje sobre a visão celular no governo dos doze e quem quer corre atrás. São endereços na Internet, matérias excepcionais, pregações sobrenaturais, revistas, jornais, congressos, encontros, reencontros e uma infinita relação de coisas que acontecem para o fortalecimento daqueles que querem manter a linguagem da visão. O livro “O abecedário das células” do Ap. Renê é uma ótima dica.
3. Ensine a visão. À medida que ensinamos, aprendemos mais. Esta é uma das maneiras mais eficazes para se preservar um conhecimento.
4. Cante a visão. Depois da nossa viagem a Manaus, Julho de 2002, quando compramos o CD Cantando a Visão, do Pr. Gilmar Brito, nossa vida não foi mais a mesma. É tremendo quando começamos a cantar: Ganhar, Consolidar, Discipular e Enviar...
5. Publique-a. A cada reunião de célula, a cada celebração, a cada reunião com os discípulos é preciso publicar a visão. “Ninguém tem dificuldades em seguir um líder que sabe o que quer”. Publique a visão em todas as oportunidades.
“O fruto não são apenas as células e o número de discípulos, mas o fruto é também aquilo que tu falas. Aquilo que falas irá refletir-se ao teu redor na tua família e no teu ministério”C.C.


“UMA GRANDE VISÃO TEM POUCO EFEITO, A MENOS QUE SEJA COMUNICADA CORRETAMENTE”.
“SE SOUBERMOS O QUE PRETENDEMOS FAZER, O QUE ACREDITAMOS QUE DEVE SER FEITO, ENTÃO FICA MUITO MAIS FÁCIL PERCEBER QUANDO O NOSSO TEMPO OU ATENÇÃO ESTÁ SENDO DESVIADO DAQUILO QUE CREMOS QUE DEUS QUERIA QUE FIZÉSSEMOS”



Ponha em prática


Ainda hoje.

Pr. Josenilton Pinheiro.