25 julho 2016

TRANSFORME SUAS CRISES EM OPORTUNIDADES DE VITÓRIAS

https://files.acrobat.com/a/preview/4aa78936-23fb-423a-96bb-699344c5eadf

Transforme suas crises em oportunidades de vitórias
Base Bíblica: Gênesis 37. 1-11

José foi um modelo de superação.
Há um ditado popular que diz: “Se a vida der a você um limão, faça dele uma limonada”.
Isso significa que você deve transformar sua crise em uma grande oportunidade de dar a volta por cima e sair um excelente vencedor.

Exemplos bíblicos de pessoas que transformaram crises em oportunidades e saíram vitoriosamente.

1.  Josué e Calebe. Enquanto os seus companheiros viam os inimigos como gigantes e eles como gafanhotos, Josué e Calebe se viam como gigantes e os inimigos como gafanhotos. Souberam transformar a adversidade em uma oportunidade de desafio pessoal e de crescimento espiritual. (Números 13.31-33).

2.  A mulher do fluxo de sangue. Depois de empreender todos os recursos que tinha na tentativa de ser curada nas mãos dos médicos, converteu seus doze anos de sofrimento em alguns segundos para vencer a multidão e achar uma brecha de tocar nas vestes de Jesus para ser curada. (Marcos 5.24-34).


3.  José, o jovem que transformou a rejeição em promoção pessoal. Este é o principal personagem desta mensagem. Sua história revela o caráter de excelência que tinha desde sua juventude quando cuidava dos rebanhos do seu pai.
José é um modelo de superação pela capacidade que teve de transformar todas suas crises em oportunidades. O que para muitos seria o fim, para José foi o começo de uma grande história.


Para transformar suas crises em oportunidades de vitórias é preciso:

1.  Ser entusiasta. As palavras mais próximas de uma pessoa entusiasta são ânimo e dedicação.
Todo nível de conquista é resultado de ânimo e dedicação, em outras palavras você conquista aquilo pelo qual se anima e dedica.
José foi entusiasta. Não guardou os sonhos si nem se preocupou com as reações dos seus irmãos, ainda que para isso fosse odiando por eles. “e com isso tanto mais o odiavam, por causa dos seus sonhos e de suas palavras” (Gn 37.8b).
Seus irmãos conseguiram lançar José na cova, mas não conseguiram sepultar os seus sonhos.
2.   Ser equilibrada. Enquanto os seus irmãos estavam à flor da pele por inveja, (Gn 37.11a) José estava emocionalmente equilibrado. O que falavam e o que faziam não o desequilibraram em nada, pois ele sabia que seus sonhos tinham origem em Deus dando com isso a lição de que, quem verdadeiramente confia em Deus não vive desequilibrado.
3.  Ser espiritual. Nossa realidade espiritual é mais real que a realidade física e humana. Quem tem seu foco no espiritual se concentra na realização de seus sonhos.
3.1.   Uma pessoa espiritual se concentra nos sonhos recebidos de Deus. Ou você age como os irmãos de José, humana e carnalmente, ou você age como José fiel e espiritualmente. Qual a sua escolha?
3.2.   Uma pessoa espiritual discerne tudo espiritualmente. “Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque para ele são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. Mas o que é espiritual discerne bem tudo, enquanto ele por ninguém é discernido”. (1 Cor 2.14,15).

4.   Ser economista. O medíocre dissipa o que tem enquanto o excelente faz economia. “Agora, pois, escolha Faráo um homem ajuizado e sábio e o ponha sobre a terra do Egito. Faça isso Faraó, e ponha administradores sobre a terra, e tome a quinta       parte dos frutos da terra do Egito nos sete anos de fartura... assim, o mantimento será para abastecer a           terra nos sete anos de fome que haverá no Egito, para que a terra não pereça de fome” (Gn 41.33,34,36).

     A excelência está presente na mão de “um homem      ajuizado”. O que significa isto? Ajuizado é aquele que     não faz besteiras com o que ganha.

Conclusão: Os sete anos de fome na terra seriam mais terríveis se não fosse a atitude de superação que José teve. Aquele que quase foi engolido pela terra foi o que alimentou a todos pela sua capacidade de acreditar nos seus sonhos e administrar corretamente cada situação até que o sonho se cumprisse.

Frases de impacto: (Façam estas declarações juntos e aproveite para fazer um apelo).

1.  Deus está interessado em ter uma estreita relação com cada pessoa.
2.  Deus enviou Jesus para morrer na cruz no nosso lugar.
3.  O sangue de Jesus tem poder para limpar nossos pecados e nos reconciliar com Deus.

4.  Jesus nos trouxe a paz, salvação, cura, libertação, vida nova e abundante de graça e poder.

18 julho 2016

CAMINHEMOS EM ALIANÇA COM DEUS

https://files.acrobat.com/a/preview/b6072720-7c1c-43e0-b129-c74d0425e7b0

Caminhemos em aliança com Deus

Base Bíblica:     Gn. 12.1-3; 17.1-9

Versículo para memorizar durante a semana:      Eu sou o Deus Todo Poderoso; anda na minha presença e sê perfeito. (Gênesis 17.1)

Introdução: Para que Abraão desfrutasse das promessas feitas por Deus, ele precisava cumprir os termos da aliança que Deus mesmo estabeleceu. Abraão deveria “sair da sua terra” e “andar na presença de Deus”.
Às vezes queremos que Deus cumpra suas promessas em nossas vidas sem atentarmos para a necessidade de sermos fieis aos termos de aliança que Ele tem conosco na qualidade de povo Seu.
Deus é fiel em suas alianças e promessas, e, espera que cada um de nós também seja fiel em cada etapa de nossas vidas.

O significado de “Sai da tua terra”. Significa a renuncia de todas as coisas que Deus pede que as renunciemos. Tantas vezes nos apegamos a velhos conceitos, a velhos modos de comportamento etc. e o Senhor nos chama a nos “despojar do velho homem e nos revestirmos do novo homem”. (Colossenses 3.8,9).

O apego ao que é velho é o maior obstáculo para alcançarmos o novo.
Nada nos impede tanto em receber o novo quanto nosso apego com as coisas que devíamos abrir mão.
Jesus disse: “não se põe vinho novo em odres velhos”. Indicando que o novo não virá enquanto estivermos apegados ao que é velho.

1.      Duas coisas que renunciamos com facilidade:
1.1. Relacionamentos que nos prejudicam. Preferimos romper esses relacionamentos a trabalhar na nossa própria alma e ser um canal de bênção para essas pessoas.
Jesus disse para “darmos pão e água” se o nosso inimigo tiver fome e sede. Ignorá-los, portanto, não é uma atitude de renuncia, mas de abandono.
1.2. Situações injustas. Podemos discordar de uma situação, por não acharmos justa e com isso nos omitirmos. Porém, a omissão não é renuncia. Nunca diga “não tenho nada a ver com isso” achando que está renunciando uma causa.

2.      As coisas que temos dificuldades em renunciar.
2.1. Hábitos. Se os nossos hábitos forem bons, tudo bem, mas se forem maus seremos prejudicados.
2.2. A procrastinação. A forma mais eficiente de renunciar a procrastinação é colocando em prática tudo o que precisa ser feito. O velho ditado tem aqui o seu valor: “não deixe para amanhã o que você deve fazer hoje”.
2.3. A religiosidade cega. No caso de Abrão sua casa e sua parentela eram obstáculos para a manifestação plena das promessas de Deus por causa da idolatria que envolvia os seus familiares.

Entendendo o significado de renuncia:
1.  Aquilo que preciso fazer, mas quase sempre não quero;
2.  Aceitar as condições impostas por Deus para obter o que Ele me prometeu;
3.  É a capacidade de abrir mão de coisas licitas para obter coisas legítimas. Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas; mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas. (1 Coríntios 6.12).
4.  É a capacidade de fazer o que não quero pra conseguir o que preciso.

“Se você faz o que todo mundo faz, chega aonde todo mundo chega. Se você quer chegar aonde a maioria não chega, precisa fazer o que a maioria não faz”.


Cuidado com as coisas adquiridas de forma ilegal. Toda semente prostituída é reprovada por Deus. Está escrito: Guardareis os meus estatutos; não permitirás que se ajuntem misturadamente os teus animais de diferentes espécies; no teu campo, não semearás sementes de mistura, e veste de diversos  estofos misturados não vestireis (Lev. 19.19). Exemplos de coisas adquiridas de forma ilegal:

  1.   Diplomas falsificados.
  2.  Currículos falsos.
  3.   Benefícios obtidos como troca por sexo.
  4.   Atestado médico comprado.
  5.   Casamentos recomendados.
  6.   Coisas roubadas etc.

O significado de “Anda na minha presença e sê perfeito”. A perfeição é possível quando se anda com o Todo Poderoso. Quem tem promessa de Deus tem que andar na presença do Deus Todo Poderoso.

1.  Andar na sua presença é viver comprometido com o padrão mais elevado de vida. “Não podemos agradar a Deus andando como queremos”.
2.  Andar na sua presença é não negociar a relação com Deus por nenhuma oferta transitória. As ofertas transitórias são sementes para o desprezo das coisas eternas.
3.  Andar na sua presença é entender que se passarmos um dia sem desfrutar bem da sua revelação ficaremos presos a coisas desnecessárias. Pare de fazer tudo o que está fazendo e comece a buscar a Deus.


Josenilton Pinheiro.
  
Este Guia de Estudo refere-se ao sétimo Estudo da série REFORMA E EXCELÊNCIA elaborado pelo apóstolo Josenilton Pinheiro com o objetivo de facilitar o ensino bíblico nas células da Igreja Rhema Ministério Apostólico.


10 julho 2016

EXCELÊNCIA NA INTIMIDADE COM DEUS (PARTE 2)

https://files.acrobat.com/a/preview/d99e883a-ffe9-4daa-9855-f7b6aece2b62

Excelência na intimidade com Deus (Parte 2)


Base Bíblica: Mateus 22.34-40

Versículo para memorizar durante a semana:     Respondeu Jesus: ‘Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento’.(Mateus 22.37)

Falamos no estudo anterior sobre duas regras áureas para manter a excelência na intimidade com Deus: Amar a Deus e Ter prazer na sua Palavra.
Hoje daremos continuidade falando sobre as três outras regras.
                                   Líder de Célula. Leia o texto e explique.
3. AMAR AO PRÓXIMO. Lucas 10.25-37 é uma das melhores descrições bíblicas sobre o significado de amor ao próximo. Moral da história:
ü  A religiosidade não significa automaticamente bondade. O que mais existe na religião são pessoas insensíveis.
ü  A demonstração do amor pode surgir de alguém que a gente menos espera.

4.      TER PRAZER NA ORAÇÃO. Não tem dúvida que um cristão verdadeiro tenha prazer em orar. Mt. 18.18-20 (Digo-lhes a verdade: Tudo o que vocês ligarem na terra terá sido ligado no céu, e tudo o que vocês desligarem na terra terá sido desligado no céu. “Também lhes digo que se dois de vocês concordarem na terra em qualquer assunto sobre o qual pedirem, isso lhes será feito por meu Pai que está nos céus. Pois onde se reunirem dois ou três em meu nome, ali eu estou no meio deles”). Watchman Nee comenta este texto da seguinte forma: “Deve haver um mover sobre a terra antes que haja um mover no céu. Não é o céu que amarra primeiro, mas a terra. Não é o céu que solta primeiro, mas é a terra. Depois que a terra amarra, o céu amarra; depois que a terra solta, o céu solta. O mover no céu é controlado pelo mover na terra. Tudo o que é contrário a Deus tem de ser amarrado, e tudo o que está em harmonia com Deus tem de ser solto. Amarrar ou soltar tudo o que deve ser amarrado ou solto precisa ser algo iniciado na terra. O mover sobre a terra precede o mover no céu. A terra controla o céu”.
Para aqueles que dizem “eu não tenho vontade de orar”. Ore até ter vontade.

5. DEMONSTRAR AMOR SERVINDO. Mc. 10.45 diz: “Pois o próprio filho do homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos”.
Sharles Swindoll diz: “É possível que nunca tenhamos parado para considerar o fato de que Deus tem apenas um grande objetivo para a vida de todo o seu povo: Conformar-nos à imagem de seu Filho”.
Mt. 20.27 - e quem quiser ser o primeiro deverá ser escravo. É que o sentido original da palavra servo é “doulos”, isto é: escravo.
A demonstração de amor servindo está sobre três elementos básicos.
1.  Dar. Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos. Cada um cuide, não somente dos seus interesses, mas também dos interesses dos outros. Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus. Fil. 2.3-5. Em outras palavras o apóstolo Paulo estava dizendo: “Em vez de estar sempre procurando formas de receber, comecem a descobrir meios de dar”. No sentido de servir o que significa dar? Reflitam sobre isto.
2.  Perdoar. “Em vez de guardarmos rancor contra aqueles que nos ofendem, mostrar-nos-emos ansiosos para perdoar”.
3.  Esquecer. “Em vez de estarmos sempre nos lembrando daquilo que fizemos, ou das pessoas que auxiliamos, teremos prazer em esquecer nossos feitos e em passar praticamente desapercebidos”.

Conclusão:
1.  Firme o compromisso com a oração. Como disse Andrew Murray: “Os que não têm horário estabelecido para orar, não oram,”.
2.  Demonstre o seu amor servindo.
a) Que pessoas você pode ajudar como prova do seu amor?
b) Que coisas você pode fazer na sua igreja local servindo ao Corpo de Cristo?
Josenilton Pinheiro
     Apóstolo

Este Guia de Estudo refere-se ao sexto Estudo da série REFORMA E EXCELÊNCIA elaborado pelo apóstolo Josenilton Pinheiro com o objetivo de facilitar o ensino bíblico nas células da Igreja Rhema Ministério Apostólico.

09 julho 2016

A estaca

A estaca


A estaca que sustenta a casa sustenta o telhado.
E a estaca que sustenta a estaca que sustenta o telhado, sustenta a parede,
Ruída pelas águas da chuva noturna ameaçando a paz do leito.
E o velho pai de aberto peito
Sai na escuridão da noite a buscar estaca chamada viga.
Que fere os ombros, mas destila segurança pra o leito de sua prole.
Ombros marcados por lenhas para o fogão,
Para a casa do pisado chão
Ameaçada pela chuva.
Que cai e molha a estaca que sustenta a casa
Porque a parede ruiu
E a estaca que sustenta a casa
É a estaca que sustenta o telhado sustentado pela estaca chamada viga.
o tempo revela os rebocos caídos...

E se o temporal novamente ameaçar
Eu buscarei a estaca que sustenta a casa,
Que sustenta o telhado,
Sustenta a parede,
Sustenta a vida...

J.R.P.

04 julho 2016

EXCELÊNCIA NA INTIMIDADE COM DEUS

 https://files.acrobat.com/a/preview/5f7a49d9-b539-40ac-b303-fe27e7533050


Título: Excelência na intimidade com Deus


Base Bíblica: Mateus 22.34-40

Versículo para memorizar durante a semana:     Respondeu Jesus: ‘Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento’.(Mateus 22.37)

No dia a dia nos esquecemos com muita facilidade de regras áureas para sustentar uma vida de intimidade com Deus. Os ensinos de Jesus sempre nos levam à base dessa intimidade e são estímulos para não esquecermos daquilo que Ele falou: “Buscai primeiro o Reino de Deus e a sua justiça”. Para chegarmos ao nível de excelência na intimidade com Deus precisamos entender e atender algumas regras áureas das quais eu gostaria de compartilhar com vocês cinco delas. Espero em Deus que ao final deste estudo cada pessoa seja acrescentada de fé e forças para colocar em prática.

1.  AMAR A DEUS. A qualidade de amor tem como base a totalidade do nosso ser. “de todo coração, de toda alma e de todo entendimento”. Com o mesmo sentido aparece em Deutenonômio 6.5: “Amarás, pois ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda tua alma e de todas as tuas formas”. Já Marcos cita quatro termos no seu livro, capítulo 12.30 Ame o Senhor, o seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma, de todo o seu entendimento e de todas as suas forças’. O mais importante aqui é que amemos a Deus na totalidade do nosso ser.
O amor é descrito nestes textos como o grande mandamento. Amar a Deus e amar ao próximo é um mandamento.
1.  Dt. 10.12 - E agora, ó Israel, que é que o SENHOR, o seu Deus, lhe pede, senão que tema o SENHOR, o seu Deus, que ande em todos os seus caminhos, que o ame e que sirva ao SENHOR, o seu Deus, de todo o seu coração e de toda a sua alma.
2.  Dt. 11.1Amarás, pois, ao Senhor teu Deus, e todos os dias guardarás os seus preceitos, os seus estatutos, os seus juízos e os seus mandamentos.


Este texto resume as seguintes aplicações:
a)  O tempo de amar = Todos os dias;
b)  Amar a Deus implica em guardar os seus preceitos; Preceitos, Heb. mi shmãr, lit. “aquilo que se deve guardar”, portanto a soma total daquilo que Deus ordenou seu povo guardar.
c)  Amar a Deus implica em guardar os seus estatutos. Estatutos, Heb. hóg, que provém da idéia de gravar, fixar indelevelmente, delinear, estabelecer. Significa lei, ou estatuto no sentido de ser estabelecido como norma inviolável.
d)  Amar a Deus implica em guardar os seus juízos. Juízos – He. , mishpãt, o pronunciamento do juiz depois de ter examinado o caso. É o veredito de Deus sobre a situação humana, é a receita de como se deve colocar em prática a justiça na vida diária.
e)       Amar a Deus implica em guardar os seus mandamentos. Mandamentos – Heb. miçwáh, estabelecer, colocar, dar ordens. Os mandamentos são deveres e instruções que se confia a pessoas de posição inferior. (Notas Bíblia Vida Nova)

3.  Dt. 11.13 - “Portanto, se vocês obedecerem fielmente aos mandamentos que hoje lhes dou, amando o SENHOR, o seu Deus, e servindo-o de todo o coração e de toda a alma, (14) então, no devido tempo, enviarei chuva sobre a sua terra, chuva de outono e de primavera, para que vocês recolham o seu cereal, e tenham vinho novo e azeite”.
ü  Dt. 30.15,16 - “Vejam que hoje ponho diante de vocês vida e prosperidade, ou morte e destruição. (16) Pois hoje lhes ordeno que amem o SENHOR, o seu Deus, andem nos seus caminhos e guardem os seus mandamentos, decretos e ordenanças; então vocês terão vida e aumentarão em número, e o SENHOR, o seu Deus, os abençoará na terra em que vocês estão entrando para dela tomar posse.

Na prática: Amar a Deus é a decisão que eu tomo em me desprender diariamente das coisas que interferem na minha relação com Ele fazendo dos seus preceitos, decretos, ordenanças e mandamentos um estilo de vida.

                   Coisas que interferem na nossa relação com Deus:
1.  Toda espécie de iniquidade e pecado. Is. 59.2
2.  O andar na carne. Significa permitir ser influenciado pelas obras e pelos desejos da carne. (Gl. 5.16-21).
3.  Interpretação errada sobre o que significa amar. Amar no contexto bíblico é a decisão de obediência e não um sentimento.

2.       TER PRAZER NA SUA PALAVRA. Quem ama a Deus tem prazer nas coisas de Deus. O Salmo 1.1,2 descreve muito bem o que isto significa: Como é feliz aquele que não segue o conselho dos ímpios, não imita a conduta dos pecadores, nem se assenta na roda dos zombadores! (2) Ao contrário, sua satisfação está na lei do Senhor, e nessa lei medita dia e noite.
A descrição que Moisés fez em Dt. 6.4-9 foi: Ouça, ó Israel: O SENHOR, o nosso Deus, é o único SENHOR. Ame o SENHOR, o seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todas as suas forças. Que todas estas palavras que hoje lhe ordeno estejam em seu coração. Ensine-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar. Amarre-as como um sinal nos braços e prenda-as na testa.  Escreva-as nos batentes das portas de sua casa e em seus portões.
ü  Os que não zelam em ter prazer na lei do Senhor se tornam vulneráveis às paixões momentâneas. (Ler pv. 5...11-13).


Conclusão:
  1. Tome a decisão de obediência. Amar não é um sentimento; é o maior mandamento.
  2. Firme um compromisso diário de contato com a Palavra de deus.
  3. Firme o compromisso de falar menos e amar mais.

Continua...


Josenilton Pinheiro
  






































Este Guia de Estudo refere-se ao quinto Estudo da série REFORMA E EXCELÊNCIA elaborado pelo apóstolo Josenilton Pinheiro com o objetivo de facilitar o ensino bíblico nas células da Igreja Rhema Ministério Apostólico.