20 janeiro 2009

TRÊS FUNDAMENTOS BÍBLICOS PARA GERAR GRANDES CONQUISTAS


Referência bíblica necessária. Gênesis 12.2

“Eu farei de ti uma grande nação, abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome”.

Da definição: Base, alicerce, sustentáculo.

Justificativa: A necessidade de se estabelecer fundamentos para gerar grandes conquistas se dá pela certeza de que estas conquistas não serão perdidas. Ou seja: O fundamento é lançado para sustentar o que nele se edifica, o que se constrói.
Se você construir um grande edifício sobre um alicerce preparado para uma casa esse edifício vai desmoronar. Sua estrutura é para uma casa e na para um edifício.
Por isso a nossa vida deve ser edificada na pedra fundamental chamada Cristo.
“... vós também, quais pedras vivas, sois edificados como casa espiritual para serdes sacerdócio santo, a fim de oferecerdes sacrifícios espirituais, aceitáveis a Deus por Jesus Cristo. Por isso, na Escritura se diz: Eis que ponho em Sião uma principal pedra angular, eleita e preciosa; e quem nela crer não será confundido”. (1 Pedro 2.5,6).

Grandes conquistas podem ser obtidas com facilidade ou não. Uns conquistam com grande sacrifício. Outros sem nenhum esforço. Todavia, para se reter a conquista é necessário o estabelecimento de fundamentos para garantir a sua permanência.
Tudo o que se conquista sem fundamentos se perde. De nada vai adiantar construir uma casa na areia, sem fundamentos que a sustente.
“Mas todo aquele que ouve estas minhas palavras, e não as põe em prática, será comparada a um homem insensato que edificou a sua casa sobre a areia. E desceu a chuva, correram as torrentes, sopraram os ventos, e bateram com ímpeto contra aquela casa, e ela caiu; e grande foi a sua queda”. (Mateus 7.26,27).
De acordo com este texto, não lançar fundamentos é insensatez.
Virão chuvas, correrão as torrentes, soprarão os ventos e baterão contra a nossa vida. Se não estivermos firmados em Cristo, a nossa casa vai desmoronar.

TRÊS CONSELHOS NECESSÁRIOS PARA SE LANÇAR FUNDAMENTOS
Primeiro conselho: Decida trabalhar muito por lançar os fundamentos daquilo que você quer conquistar. Trabalhe o quanto for necessário.
Conta-se que um grupo de turistas estava em um vilarejo na Europa, quando um deles perguntou a um senhor idoso do lugar: “O senhor sabe se por acaso nasceu algum homem importante neste lugar?”. O velho respondeu: “Não senhor, só bebês”.
Moral da história: “Qualquer pessoa que tenha sido bem sucedida em qualquer coisa teve que se escorçar para isso”.
Segundo conselho: Recuse-se a aceitar produtos de origem duvidosa. Use o produto certo, em outras palavras: Não fuja dos padrões bíblicos de conquista. Cuidado com o “jeitinho brasileiro”. Evite atalhos.
Terceiro conselho: Lance o fundamento de acordo com aquilo que você quer construir.

PRIMEIRO FUNDAMENTO: Entender que todos os recursos necessários para a conquista já estão em você.
“Eu farei de ti uma grande nação”.
A declaração de Deus a Abrão vai para além de uma simples declaração. É a revelação ou a chamada a reconhecer o potencial que Abrão tinha; um poder impregnado nele que fora dado por Deus. Isto nos leva a uma grande lição: De tudo o que precisamos para gerar conquistas Deus já colocou em nós em potencial as condições necessárias.
Para um homem de 75 anos de idade a perspectiva e aceitação desta promessa seriam remotas se Abrão olhasse para a condição humana. Assim acontece conosco. Quando olhamos para as impossibilidades humanas, deixando de acreditar no poder criativo de Deus em nós, fica difícil aceitar como verdadeiras as promessas dele.
Deus colocou o poder de crescimento e multiplicação em Adão e Eva. Por isso disse: “...frutificai e multiplicai-vos; enchei a terra e sujeitai-a; domine sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu e sobre todos os animais que se arrastam sobre a terra” (Gênesis 1.28).
O mesmo poder de crescimento e multiplicação foi dado a Noé: “Frutificai e multiplicai-vos e enchei a terra” (Gênesis 9.1).
O poder para fazer discípulos de todas as nações está na igreja. “Portanto, ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-s em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a observar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos” (Mateus 28.19,20).
Tudo de que você precisa para vencer, você já tem: “Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé (1 João 5.4).
Tudo o que você precisa para ser suprido, você já tem: “Meu Deus suprirá as vossas necessidades segundo as suas riquezas na glória em Cristo Jesus” (Filipenses 4.19).
Tudo o que você precisa para ser curado, você já tem: “Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e esmagado por causa das nossas iniqüidades. O castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados” (Isaias 53.5).
“Um dos maiores pecados que cometemos contra Deus é o de não atingirmos o potencial que Ele colocou em nós”1.
“E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus” (Romanos 12.2).
A vontade de Deus equivale aos recursos que Ele tem nos dado.
Pense em algo que é da vontade de Deus para você. Ele já colocou em você os recursos necessários para você fazer sua vontade. Porem, se você não utilizar esses recursos eles perderão a razão de sua existência.
Entendendo que Deus já colocou em nós todos os recursos necessários para gerarmos grandes conquistas, consideremos:
De tudo o que temos e de tudo o que somos só não conquistamos se não quisermos. Tudo de que precisávamos para desenvolver uma liderança exitosa, Deus já nos tem dado.
Todo alimento para se ter uma vida espiritual equilibrada, Deus já nos tem dado.
Todos os recursos financeiros necessários para os empreendimentos do momento, Deus tem nos dado.
O que precisamos fazer frente a este relatório é utilizar corretamente os recursos que Ele tem nos dado.
“Pois ao que tem, dar-se-lhe-á, e terá em abundancia; mas ao que não tem, até o que tem, lhe será tirado (Mateus 13.12).
Em outras palavras, se não utilizarmos corretamente os recursos que Ele tem nos dado, esses recursos serão tirados. O que você prefere. Utilizar para receber mais ou perder o que tem?

SEGUNDO FUNDAMENTO: Entender que uma conquista só pode ser chamada de conquista se tiver a bênção de Deus.
A segunda palavra de Deus a Abrão foi: “Abençoar-te-ei”.
Para produzir grandes conquistas é necessária a bênção de Deus:
“Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, a imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. E Deus os abençoou e lhes disse: Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a; domine sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus, e sobre todo animal que rasteja pela terra” (Gênesis 1.27,28).
“PARE DE PEDIR A DEUS QUE ABENÇOE O QUE VOCÊ FAZ E PASSE A FAZER O QUE DEUS ABENÇOA”.
A bíblia fala de situações e pessoas que chegaram a um nível de conquista sem a bênção de Deus.
A construção da torre de Babel. Gênesis 11
O jovem rico. Lucas 18.18-22. Existem pessoas que não abrem Mao do que tem por nada, nem mesmo para seguir a Jesus.
Em Deuteronômio 28 fala das bênçãos de Deus como resultado da obediência à sua palavra.
Em Provérbios 10.22 fala da bênção do Senhor que enriquece e que não acrescenta dores.
Em Efésios 1.3 fala que já fomos abençoados com toda sorte de bênçãos espirituais.

TERCEIRO FUNDAMENTO: Entender que há poder no nome.
Nosso nome abre portas ou fecha portas.
Quando Deus prometeu a Abrão: “engrandecerei o teu nome” não estava se referindo a fama.
Quantas pessoas são famosas, mas os seus nomes não são respeitáveis.
Deus faz com que nosso nome seja respeitado no céu e no inferno.
Nosso nome deve ter um poder de influencia.
Nome engrandecido é nome respeitado.
Nome engrandecido é o toque de Deus em nosso caráter.

Josenilton Pinheiro
1- (John Maxuell. Seja tudo o que você pode ser; Editora Sepal; 2002; pag.45.


10 janeiro 2009

O que você que no novo ano?

Referência bíblica necessária: Provérbios 16.1-3

Ao homem os projetos do coração, de Iahweh vem a resposta da língua.
Todos os caminhos do homem são puros a seus olhos, mas Iahweh pesa os espíritos. Recomenda a Iahweh tuas obras, e teus projetos irão se realizar.
Bíblia de Jerusalém
Versículo para memorizar: O coração do homem pode fazer planos, mas a resposta certa dos lábios vem do Senhor – Provérbios. 16.1

Para refletir: “A coisa mais importante deste mundo não é onde você está, mas para onde está indo”.
Oliver Wendell Holmes

Panorama geral: Os seguintes textos bíblicos apontam para a necessidade humana de se fazer planos para o futuro. Leia-os com o coração aberto:
O coração do homem pode fazer planos, mas a resposta certa dos lábios vem do Senhor – Pv 16.1
O coração do homem propõe o seu caminho, mas o Senhor lhe dirige os passos – Pv 16.9
Muitos propósitos há no coração do homem, mas o desígnio do Senhor permanecerá – Pv 19.21
Eu sei, ó Senhor, que não é do homem o seu caminho; nem é do homem que caminha o dirigir os seus passos – Jr 10.23.
Estes textos nos estimulam a buscar a realização dos nossos sonhos independente do lugar onde estamos agora. Sobre as coisas que aconteceram no passado não podemos fazer nada, mas podemos nos projetar melhor para o futuro onde reside a concretização de todos os nossos sonhos, se começarmos a sonhar agora.
“Você pode começar a correr atrás de seu sonho ainda hoje” (John Maxwell).

Principais ensinos do texto: Estamos nos últimos dias do ano de 2008, o ano da aliança. É fácil olhar pra trás e dizer: “como o ano passou rápido!” Com a proximidade de mais um ano somos desafiados por Deus, pelas circunstâncias e por nós mesmos a planejarmos com sabedoria estratégica o ano de 2009. Que seja o ano de maior conquista na sua vida.
Selecionei neste estudo frases e conceitos de Jonh Maxwell que estão destacados em itálico de dois livros: A jornada do sucesso e Você faz a diferença.
“Todos nós estamos numa jornada, quer tenhamos consciência disso ou não. Estamos viajando o inevitável fim de nossas vidas. A verdadeira questão é, portanto, se vamos definir um destino e tomar rumo certo para alcançá-lo ou se vamos nos deixar levar pela maré, permitindo que outros determinem qual será nosso fim. A escolha depende inteiramente de nós”. 1
Maxwell cita cinco coisas que um sonho faz por nós:
1.    O sonho nos dá direcionamento.
2.    O sonho aumenta nosso potencial.
3.    O sonho nos ajuda a definir prioridades.
4.    O sonho valoriza nosso trabalho.
5.    O sonho prediz nosso futuro

CINCO PASSOS PARA O DESENVOLVIMENTO DE UM SONHO 2
1.    Creia em sua capacidade de ser bem-sucedido. Você precisa crer que pode ser bem-sucedido. Você precisa admitir para si mesmo que é capaz de descobrir seu sonho a fim de poder efetivamente alcançá-lo. Você não precisa ser um gênio, nem sortudo e nem rico. Só precisa acreditar que as coisas podem acontecer.
2.    Livre-se do orgulho. Pessoas que estão cheias de si mesmas não tem espaço dentro delas para um sonho capaz de mudar suas vidas. O orgulho pode impedir que você tente coisas novas ou que faça perguntas por medo de parecer tolo.
3.    Cultive o descontentamento construtivo. Todas as invenções são resultado do descontentamento construtivo. Cada inventor, não satisfeito com alguma coisa, encontrou uma forma construtiva de superar a insatisfação, seja através da criação de algo novo ou do aperfeiçoamento do que já existia.
         Earle Wilson comentou: “Se o que você fez ontem ainda lhe parece muito importante então você ainda não fez o suficiente no dia de hoje”.
4.    Fuja do hábito. Um hábito pode ser definido como algo que você faz sem pensar. O hábito pode matar um sonho porque, quando você pára de pensar, pára de questionar e de sonhar. Comece a aceitar o que é, sem pensar no que poderia ser. O hábito pode fazê-lo desistir sem nem pensar nas possibilidades. Ele fecha vagarosamente a porta que leva ao potencial.
5.    Busque o equilíbrio entre criatividade e caráter. Nem todos os sonhos do mundo serão capazes de fazer algum bem a não ser que você esteja pronto a se levantar e trabalhar.

VERDADES QUE NÃO PODEM SER ESQUECIDAS
O que diferencia o idealizador de um sonho de um mero sonhador é a ação”. Pouco ou nada vai adiantar se você sonha e não está disposto a correr atrás do sonho. Como diz um ditado italiano: “Entre o dizer e o fazer existem vários pares de sapatos gastos”.
Nem todos são incentivadores dos seus sonhos, principalmente os familiares e amigos mais próximos’.
Você precisa aprender a lidar com duas classes de pessoasBombeiros – Pessoas que querem apagar as chamas dos seus sonhos; Incendiários – Pessoas que querem ajudá-lo e vão fazer o que for necessário para que as chamas de seu sucesso fiquem ainda mais altas.
Se você não sabe para onde está indo, é melhor ir para outro lugar” (Yogi Berra).
Conclusão: Selecionei mais algumas verdades sobre a realização de sonhos que servem de leme para nossa vida.
Prepare-se para os desafios“Todo desafio tem uma oportunidade, e toda oportunidade tem um desafio”.
A mudança é possível, mas só se você desejá-la muito”. Como observou Fred Smith: “Você é como é porque é assim que deseja ser. Se realmente quisesse ser diferente, você estaria no processo de mudança neste exato momento”.
Prepare-se para grandes mudanças mudando a si mesmo. “Qualquer mudança que ocorre no mundo sempre começa primeiro, como mudança interior de um indivíduo. Esta é a razão por que o dramaturgo Gerge Bernard Shw disse: “É impossível haver progresso sem mudança e quem não consegue mudar a si mesmo não muda coisa alguma”.
Que em 2009 esteja sobre nós a bondade do nosso Deus Soberano. Consolida, para nós, a obra de nossas mãos; consolida a obra de nossas mãos! (Sl. 90.17)3. Prepare-se para o ano das grandes conquistas!
Josenilton  Pinheiro
Notas:
1- John C. Maxwell, A Jornada do Sucesso, 2000, Associação Religiosa Editora Mundo Cristão, pag 36;
2- Ídem, pag. 44-46
3- Bíblia de Estudo NVI – Nova Versão Internacional.
A Bíblia de Jerusalém – Edições Paulinas

03 janeiro 2009

Gerando Grandes Conquistas


“Eu farei de ti uma grande nação, abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome. Sê tu uma bênção”. (Gênesis 12.2).

Gerar grandes conquistas é uma decisão divina.
Deus decidiu plantar a semente de expectativa e criatividade no coração de Abrão a fim de que este pudesse sonhar na perspectiva divina e não mais humana.
Nasceu no coração de Deus o projeto e a decisão por dar condições ao homem sonhar e alcançar o mais alto padrão de vida.
Associei algumas palavras para entender melhor o que significa gerar: Gerar é criar.
Gerar é conceber.
Gerar é idealizar.
Gerar é originar.
Gerar é fazer produzir.
Gerar é causar.
Gerar é provocar.
Neste sentido eu posso afirmar que não há limites para se gerar grandes conquistas.
Não há limites de idade. Ser novo ou avançado na idade não é desculpa para não gerar grandes conquistas. Abrão tinha setenta e cinco anos quando atraído por Deus para sonhar grandes conquistas.
O ingrediente necessário para gerar grandes conquistas Deus já colocou em nós. É a capacidade de ver as coisas na perspectiva divina e não humana.
Se Deus nos criou com a capacidade de gerar grandes sonhos e nos deu o ingrediente necessário para conquistar, porque muitos não alcançam o êxito?

Primeiro: Porque corremos demais para fazer nossa própria vontade e pra satisfazer nossos próprios desejos.
O apóstolo Paulo, escrevendo aos gálatas chama isso de COBIÇA DA CARNE.
Se vivermos para satisfazer a cobiça da carne não poderemos conquistar os sonhos de Deus pra nossa vida.
Quanto mais perto das paixões da carne, mais longe dos planos de Deus.
O ano de Abraão é o ano para você desenvolver seu caráter de guerreiro conquistador.
Vejam o que disse Paulo
“Digo porem: Andai em Espírito e não haveis de cumprir a cobiça da carne.
Porque a carne luta contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes se opõem um ao outro, para que não façais o que quereis” (Gálatas 5.17).

Segundo: Porque não entendemos que o êxito é uma questão de guerra. No exercito dos grandes conquistadores não há vaga para covardes. Só há lugares para guerreiros.
Êxito fala de guerra travada na mente.
À medida que você vai desenvolvendo seu caráter de guerreiro conquistador, aprende que o primeiro território a ser conquistado é você mesmo. Abraão precisou conquistar a si mesmo para então conquistar os sonhos de Deus. Pra que essa conquista se consolidasse foi preciso que ele saísse de sua terra.

Sai da tua terra. Era preciso que saísse da terra que era a fonte dos seus prazeres.
Os lugares e coisas que satisfazem as nossas paixões nos prendem.
A herança de idolatria que reinava em Ur dos Caldeus prendia os sentimentos das pessoas e, certamente, Abraão era influenciado por esse espírito de idolatria. Era necessário sair. A ordem para Abrão era no sentido de ele mesmo assumir a responsabilidade de sair.
No gerar grandes conquistas você vai aprender que existem coisas que você mesmo terá que fazer e nunca esperar que outros façam.
Foi preciso que Abrão saísse da sua parentela.

Sai da tua parentela. Era preciso sair das heranças que o prendiam. Abrão precisava sair das heranças de sua parentela para dar inicio a um novo histórico familiar.
Seja você o primeiro a mudar o histórico da sua família.
Seja você o primeiro a se recusar a aceitar as heranças malditas impregnadas na família.
Foi preciso que Abrão saísse da casa de seu pai.

Sai da casa de teu pai. Era preciso sair dos lugares que o limitavam. Permanecer em Ur seria ficar preso a lembranças dolorosas pela morte do seu pai. Sem sonhos, Abrão, certamente morreria cedo, pois, “A GENTE COMEÇA A MORRER QUANDO PÁRA DE SONHAR”.
Foi preciso que saísse pra o lugar que Deus mostraria.

Sai para um lugar que te mostrarei. Abrão sairia dos níveis de comodidade e entraria nos níveis de desafios.
Os níveis de comodidade são os níveis já conquistados. São os níveis de sobrevivência. Não exige esforço.
Não há mais desafios para aquilo que já foi conquistado.
Permanecer em Ur dos Caldeus seria conformismo.
Herdar a casa e riquezas do seu pai seria conformismo.
Conformismo é agir passivamente esperando que as coisas aconteçam.
Os níveis de desafios são diferentes. São os níveis que exigem de nós ação proativa, ou seja, com iniciativa própria.
Para gerar grandes conquistas é necessário enfrentar os desafios do caminho.
Quantos desafios Abrão teve que enfrentar para ser chamado pai de grandes nações!
Para gerar grandes conquistas é necessário ter uma palavra de comando da parte de Deus que nos faça depender inteiramente Dele. Fazer o que Deus diz, ou manda.
Pare de comandar suas próprias escolhas e decisões fazendo a sua própria vontade, pois, Deus aborrece a independência.

O segundo território a ser conquistado foi o território da promessa. Deus fez promessas a Abrão, mas era responsabilidade dele conquistá-las.
Há promessas, milagres, prosperidade de Deus para o seu povo, mas, é nossa responsabilidade conquistar tudo o que Deus prometeu.

Conquista significa aquilo que se obtém com a força do trabalho.
Em Mateus 11.12 Jesus disse que “o reino dos céus é tomado a força, e os violentos o tomam de assalto” (Mateus 11.12).Em outras palavras, para conquistar as coisas do reino de Deus é preciso:

Esforço pessoal e corporativo. Pessoal porque somos indivíduos e corporal porque somos Igreja.
As responsabilidades pessoais não podem ser transferidas para uma corporação. Eu não posso esperar que minha igreja faça aquilo que é minha responsabilidade fazer.
Uma corporação só tem êxito com pessoas que tem um senso de responsabilidade pessoal.

Compromisso. Compromisso e a ponte que liga meu sonho e a realização do mesmo.

Disposição para se adequar ao novo. É preciso nova maneira de pensar, nova maneira de agir, nova maneira de fazer as coisas.

Total dependência de Deus. Neste ano de conquistas, não faça as coisas por si mesmo. Consulte a Deus. Ore. Dependa Dele.
Neste ano de Abraão crie a sua própria conquista;
Idealize sua própria conquista;
Produza sua própria conquista;
Cause sua própria conquista;
Provoque sua própria conquista.
“Sê tu uma bênção”.
Josenilton Pinheiro

Tema original para o ano 2009. O Ano de Abraão - Gerando Grandes Conquistas