28 setembro 2009

NEM TUDO É O QUE PARECE SER


Leitura bíblica necessária: Josué 9.



“Você pode enganar a todos, algum tempo; a alguns, algum tempo; mas você não pode enganar a todos, todo o tempo”! Abraham Lincoln

Os versículos 1 e 2 apontam o aumento da guerra dos israelitas contra os seus inimigos. Desta vez esses inimigos se juntaram para pelejar contra Josué e contra Israel. Heteus, amorreus, cananeus, ferezeus, heveus e jebuseus se agrupam para a peleja contra Israel. Eles se ajuntaram para guerrear, pois sabiam das vitórias que Deus dera aos israelitas sobre seus inimigos.
Neste contexto aparece um povo com característica Laodicence. Refiro-me ao texto bíblico de apocalipse 3.14-22 quando Deus disse para a igreja em Laodicéia: “porque és morno, e não és quente nem frio, vomitar-te-ei da minha boca”.
Os gibeonitas tinham essa característica horripilante e nojenta. Eles não se juntavam com os inimigos de Israel para lutarem juntos nem enfrentava Israel. Não era nem uma coisa nem outra.
“Cientes do que estava acontecendo e ia acontecer combinaram-se para enganar Josué por meio de hábil estratagema”.
Os falsos são assim. Sempre encontram pessoas para se associarem às suas falsidades.

OS GIBEONITAS USAM A MAIOR ARMA DA COVARDIA: A FALSIDADE
“Usaram de fingimento para defraudar Josué ao ponto de este fazer com eles um pacto que os deixaria viver”.
Fingiram-se embaixadores. O fingimento parece ser um dos males que mais assalta o ser humano. É um mal que muita gente recorre para se dar bem. Ex: Fingir que tudo está bem. Para esconder a real situação muita gente se esconde em uma aparência semelhante a de Laodicéia. “e não sabes que és um coitado, e miserável, e pobre e cego e nu” Ap. 3.17. Fingir que está entendendo. Para não passar por burro ou desinteressado muita gente finge entender e depois passa apuros. Fingir que é sincero para ganhar a confiança das pessoas. A bíblia diz em Sl. 101.7 que “o que usa de engano não permanecerá na casa do Senhor”. Fingir que gosta, que ama para conquistar o coração dos outros.

Usaram todos os artifícios para fazer a situação parecer verdadeira: Levaram sacos velhos e consertados sobre os jumentos; Odres velhos, rotos e consertados; Sandálias velhas e remendadas; Roupas velhas; Pão seco e borolento.

OS GIBEONITAS MENTIRAM DESCARADAMENTE.
Uma vez presos na falsidade, mentiram descaradamente para conseguir os seus intentos.
As características de quem é falso:
Fingimento,
Dissimulação, capa, camuflagem, disfarce.
Falsidade,
Aparência,
Hipocrisia, falsa devoção.


A MENTIRA TEM PERNAS CURTAS E SEUS DIAS ESTÃO CONTADOS.
Três dias depois. (16).
Três dias são suficientes para desmascarar um mentiroso. Ande três dias com uma pessoa e você descobrirá as suas particularidades que antes não via.
È chegado o momento onde cada um mostrará a sua verdadeira face.
É chegado o momento que cada um mostrará sua verdadeira intenção.
É chegado o momento que os filhos descobrirão seus pais verdadeiros.
Chegará o momento de provarmos se somos ou não verdadeiros discípulos.

A POSTURA DO LÍDER JOSUÉ E DA SUA TROPA.
Apesar de terem errado por não consultar a vontade de Deus (ler 14), depois de descobrirem toda a verdade eles Sustentaram a aliança. Sustentar a aliança quando está tudo bem é fácil, mas quando descobrimos que fomos enganados é outra coisa!

A SENTENÇA SOBRE OS FALSIFICADORES.
Josué com a sua tropa manteve firme a aliança feita com os gibeonitas mantendo-os vivos, porém estes não ficaram sem repreensão.
Foram amaldiçoados. (23). A sentença sobre todo aquele que usa de falsidade e mentira é a maldição. Tentaram ainda se justificar com uma conversa descabida (24).
Semelhante a figueira infrutífera. Mt. 21.18-22.
Semelhante aos vendilhões do templo. Mt. 21.12-17.
Semelhante a Ananias e Safira. At.5.

Conclusão: Abraham Lincoln disse: “Você pode enganar a todos, algum tempo; a alguns, algum tempo; mas você não pode enganar a todos, todo o tempo!”.

Como seria assistir um filme de sessenta minutos sobre a sua vida?
Hoje, se ouvirdes a voz do Senhor, não endureça o coração.
Se você tem usado de ardis fingimentos para esconder suas verdadeiras motivações das pessoas que você ama, se arrependa hoje.

Sonda-me ó Deus, e conhece o meu coração, prova-me e conhece os meus pensamentos; vê se há em mim algum caminho perverso e guia-me pelo caminho eterno. (Sl.139.24).

Josenilton Pinheiro

08 setembro 2009

ESTABELEÇA ALVOS E CONQUISTE




Os planos fracassam por falta de conselho, mas são bem sucedidos quando há muitos conselheiros - Provérbios  15.22

 “Alvo é uma declaração de como esperamos que as coisas sejam daqui a algum tempo. É uma declaração de fé a respeito do futuro. É a nossa resposta para aquilo que cremos que Deus quer que sejamos ou façamos”.
COMO OS ALVOS NOS AJUDAM
Os alvos nos ajudam psicologicamente. “Os alvos nos informam quanto já andamos e quanto ainda temos de andar”.Os alvos nos capacitam a desviar a mente daquilo que é negativo – as necessidades do presente – e focaliza-la no que é positivo - as possibilidades futuras.”
Os alvos nos ajudam socialmente. “Nenhum homem é uma ilha”. “É mais fácil nos relacionarmos intimamente com outros, quando trabalhamos em uma tarefa comum do que quando estabelecemos um relacionamento sem nenhuma finalidade”.
Os alvos nos ajudam espiritualmente. “Quando estabelecemos alvos somos intuitivamente levados a pensar que se Deus não estiver na frente vamos ficar no meio do caminho”.
COMO ESTABELECER ALVOS
Existe uma diferença entre alvos e propósitos. Os propósitos são os grandes desígnios em direção aos quais nos movemos. Os alvos são as particularidades daquilo que queremos realizar.
Compreenda seu propósito. O que deseja que aconteça? O que gostaria de fazer ou tornar-se?
Visualize a situação. Faça um levantamento de como as coisas estão e focalize-se naquilo que você espera que aconteça.
Estabeleça alvos imediatos.
Cite os passos específicos que planeja dar em direção aos alvos.
Separe tempo para orar pelos seus propósitos.
Conclusão:
Para pensar:
“Se mudarmos nossos alvos, mudaremos nossas vidas”.
“Quando as pessoas possuem objetivos, conseguem superar as confusões e os conflitos devido a valores incompatíveis, desejos contraditórios e relacionamentos frustrados com amigos e parentes, situações essas que geralmente resultam da ausência de planos nacionais de vida”.
“Nunca estabeleça alvos que a sua fé não tenha condições de torná-los reais, e nunca tenha fé que não expresse em alvos”.
“É indispensável a prática de se ter um caderno exclusivo para registro dos nossos alvos. É sábio termos um caderno especial para os nossos alvos e de acesso apenas nosso.”
“Nunca vamos conseguir nada de maneira satisfatória se não houver uma dedicação plena àquilo que queremos alcançar”.


Josenilton Pinheiro