16 fevereiro 2011

Dicas para um bom recomeço


Texto: Neemias 1

Introdução: Recentemente vimos pelos meios de comunicação a tragédia que aconteceu na região serrana do Rio de Janeiro. Em meio a todo esse caos, que segundo os especialistas a maior nos últimos 50 anos, assisti a uma entrevista que me chocou bastante.
Um pai depois de ter perdido tudo foi perguntado pelo seu filho: “Pai, como a gente começa tudo de novo”. O pai não se conteve, e, chorou.
Duas reações são expressas frente às intempéries da vida. Das tragédias, das perdas:
1.      Desistir de tudo; “O momento em que as pessoas estão mais inclinadas a desistir e permitir que o fracasso as vença é aquele em que as circunstâncias causam extrema dor e dificuldade”.[i]
2.      Ou recomeçar. Quando a gente recomeça passa a descobrir que mais importante do que o que nos aconteceu é o que acontece conosco.
Como recomeçar depois que você perdeu tudo?
Como recomeçar quando a pessoa que você ama se vai?
Como recomeçar depois da morte de uma pessoa querida?
Como recomeçar depois de ser demitido?
Como recomeçar depois que a gente peca?
Não sei se você já se deu conta de que a coisa que você mais faz na vida é recomeçar.
A gente recomeça, ainda que involuntariamente, mas recomeça. O dia a dia é um recomeço.
Uso textos do livro de Neemias para tratar deste tema: Para um bom recomeço, portanto, é preciso:

·      Decidir.
·      Proteger sua decisão.
·      Pedir ajuda.
·      Revisar sua decisão diariamente.
·      Confiar no poder da cruz.

1.      Decidir. Você precisa querer recomeçar e depois disso, decidir. Não importa o que lhe aconteceu, decida recomeçar.
Vejam a situação que Neemias estava por enfrentar:
1.1.            O povo estava em grande miséria e desprezo.              (1.3)
1.2.            Os muros de Jerusalém derribados.                                          
1.3.            As portas estavam queimadas
1.4.            A cidade estava assolada. 2.3
O versículo 5 define a decisão de Neemias: “Para que eu reedifique”. Sempre é possível recomeçar!
Falando sobre este tema o pastor Jeremias Pereira cita 4 atitudes necessárias para quem decide recomeçar:
Primeira: É preciso coragem.
Segunda: É preciso enfrentar rotinas.
Terceira: É preciso fazer o melhor.
Quarta: É preciso recomeçar com Deus.

2.      Proteger sua decisão. Você precisa proteger a sua decisão de recomeçar. Ou seja: O responsável por manter sua decisão em alta é você.
Proteger a decisão de recomeçar tem a ver com fidelidade.
Quando Neemias chega em Jerusalém demonstrou que sua decisão estava protegida. 2. 11,12.
Cuidado. Se você não proteger corretamente a sua decisão de recomeçar, poderá ser roubado antes de recomeçar.
2.1.            Cuidado com as opiniões.
2.2.            Cuidado com os “conselhos dos ímpios”.
2.3.            Cuidado com as propostas.
Para proteger sua decisão de recomeçar você precisa se preparar para enfrentar resistência, rejeição e oposição. Você vai precisar encarar a turma do contra. 4.7-9.
3.      Pedir ajuda. Você precisa agregar pessoas na reconstrução dos seus sonhos. Você precisa agregar pessoas nos recomeços da sua vida. Veja o exemplo de Neemias:
3.1.            Buscou a ajuda de Deus. 1.4-11
3.2.            Buscou a ajuda do rei Artaxerxes. 2. 4,5
3.3.            Buscou a ajuda de alguns poucos homens. 2.12.

4.      Revisar sua decisão diariamente. Você precisa saber até aonde já foi. Você não precisa fazer tudo de uma só vez, mas é necessário ver gradativamente o que já fez.
Quando você revisa diariamente as suas decisões o que vai ocorrer?
4.1.            Você descobrirá as falhas que cometeu no trajeto e tomará as medidas necessárias para corrigi-las em tempo.
4.2.            Você renova a decisão e com isso, a sua dignidade, pois, manterá a sua palavra.
4.3.            Você estará preparado para qualquer surpresa no trajeto.

5.      Confiar no poder da Cruz. Se na tentativa de recomeçar, alguma coisa não der certo, você não precisa se desesperar, nem mesmo desistir. Confie no poder da Cruz.
5.1.            A palavra da cruz é poder de Deus para os salvos. 1 Cor 1.18;
5.2.            A cédula de dívida que era contra nós foi cravada na cruz. Col. 2.14;
5.3.            A paz e a reconciliação dependem da cruz. Col. 1.20

Conclusão: “Não importa quão aterrorizante sejam as circunstâncias de sua vida, pois as maiores batalhas que você trava contra o fracasso acontecem dentro de você, não externamente. De que maneia você enfrenta esta batalha? Comece cultivando a atitude correta”.[ii]

Josenilton Rosa Pinheiro





[i] Dando a volta por cima- John C. Maxwell; MC; pag.89
[ii] Ídem, pag. 82

Nenhum comentário: