06 junho 2011

Lendo o que me lê

Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo. (Apocalipse 1.3).

Ler. Que arte é esta?
Sair do obscuro inescrupuloso da ignorância e mergulhar no saber, na descoberta e no contínuo aprendizado.
Que façanha é esta que tentam substituir com estímulos visuais que nos roubam a tenaz capacidade de pensar?
Ler. Exercício insubstituível no crescer de dentro pra fora.
As palavras ternas do Autor da vida foram impregnadas na impressão pra serem lidas, degustadas e vividas.
Bem-aventurados, pois, os que lêem... Eles serão transformados! E mais do que isto. Serão transladados para a eternidade, e, enquanto esse tempo próximo não chega, eles são transladados para o crescimento pessoal de contínuo aprendizado.
Abra bons livros e leia-os.
Abra as Escrituras para uma leitura espiritual e não fique surpreso se elas te descortinarem para uma transformação de vida.
É lendo as Escrituras que a gente consegue ouvir a voz do Eterno.
Ler, ouvir e praticar. Esta é a dinâmica da vida cristã vitoriosa. Porque quando eu leio as Escrituras são elas que me lêem!

Josenilton Rosa Pinheiro.

Nenhum comentário: