28 junho 2008

Caminhar por aliança em tempo de excelência.


Texto bíblico: Gn. 12.1-3; 17.1-9.

Queremos desfrutar das promessas feitas por Deus a Abraão, mas nem sempre atentamos para os termos e exigências da aliança para o cumprimento dessas promessas.

Duas exigências são estabelecidas por Deus como pré-requisitos para o cumprimento das suas promessas a Abraão.

Primeiro. Abraão deveria sair da sua terra. (12);
Segunda. Deveria andar na presença de Deus e ser perfeito.

Sai da tua terra. O sair da tua terra fala de todas as coisas, em todos os tempos, em todos os níveis que precisam ser renunciadas.

As coisas das quais não gostamos,ou não nos satisfazem, abandonamos com facilidade.

Relacionamentos que nos fazem sentir prejudicado. Preferimos romper esses relacionamentos a trabalhar na nossa própria alma e ser um canal de bênção para essas pessoas. Quando Jesus disse para darmos pão e água ao nosso inimigo foi nos ensinando que se os deixarmos não podemos considerar essa atitude como renúncia, afinal, se pudéssemos elimina-los, certamente o faríamos. Toda renúncia tem seu preço.

Situações que julgamos injustas. Você pode discordar de uma situação, por não achar justa e com isso se omitir. Omissão não é renúncia. Nunca diga “não tenho nada a ver com isso” achando que está renunciando uma causa. Não justifique sua omissão dizendo “eu lavo minhas mãos”.

As coisas das quais gostamos e que nos satisfazem, temos dificuldades em abrir mão. São exatamente coisas assim que Deus nos pede para renunciar. Precisamos rever nossas canções para saber se o que cantamos é realmente verdade. Cantamos: “Abro mão dos meus sonhos, abro mão dos meus planos, abro mão da minha vida por ti. Abro mão dos prazeres e das minhas vontades, abro mão das riquezas por ti”; “Minha vida entrego a ti, os meus sonhos entrego a ti, faz de mim vaso novo, um coração novo, vaso de barro em tuas mãos”.

Relacionamentos que nos fazem sentir os “tais”. As pessoas que nos apreciam podem estar fazendo um favor ao diabo para nos tornar orgulhosos. É por isso que precisamos ter o mesmo sentimento que houve em Cristo Jesus, que, sendo Deus não se usurpou ser igual a Deus antes se humilhou a si mesmo, tornando-se obediente até a morte, e morte de cruz. (Fil.2).

  • Há algo errado se ouvimos só críticas. Há algo de muito errado se ouvimos apenas elogios.
  • Com os que só nos criticam precisamos ter cuidado;
  • Com os que só nos elogiam, ser desconfiados.

No caso de Abrão sua casa e sua parentela eram obstáculos para o seu crescimento pessoal e para a manifestação plena das promessas de Deus. Até onde sei, sua relação familiar era amigável, mas, aparentemente prejudicial, razão esta de Deus ter-lhe dito: “Sai da tua terra e da tua parentela”.

SE A RENÚNCIA NÃO MEXE COM NOSSOS INTERESSES NÃO PODEMOS CONSIDEREAR RENÚNCIA.

Em síntese, renúncia é:

Aquilo que preciso fazer, mas quase sempre não quero;

Aceitar as condições impostas por Deus para obter o que Ele me prometeu;

É a capacidade de abrir mão de coisas licitas para obter coisas legítimas;

É a capacidade de fazer o que não quero pra conseguir o que preciso. Aqui, cabe uma frase que tem me edificado muito: “Se você faz o que todo mundo faz, chega onde todo mundo chega. Se você quer chegar onde a maioria não chega, precisa fazer o que a maioria não faz”.

Direitos e bens obtidos de forma ilegal. Toda semente prostituída é reprovada por Deus. Está escrito: Guardareis os meus estatutos; não permitirás que se ajuntem misturadamente os teus animais de diferentes espécies; no teu campo, não semearás sementes de mistura, e veste de diversos estofos misturados não vestireis (Lev. 19.19). Existem pessoas que conquistaram posições prostituindo alguma coisa.

  • Concursos fraudados
  • Diplomas falsificados
  • Currículo falso
  • Benefícios obtidos como troca por sexo
  • Unções falsificadas. Pastores e líderes que foram ungidos por causa dos seus dízimos, ou por causa de suas ambições.
  • Casamentos recomendados. Cuidado com lideres que incitam seus discípulos a um relacionamento, ou pais que incitam seus filhos dizendo "ele é um bom partido".
  • Coisas roubadas etc.
Anda na minha presença e sê perfeito. A perfeição é possível quando se anda com o Todo Poderoso. Um homem que tem promessa de Deus tem que ser um homem que ande na presença do Deus Todo Poderoso.

Deus dá uma ordem: “Anda na minha presença”. O descumprimento de suas ordens gera níveis de morte.

TODOS OS DECLINIOS EXISTENTES EM NOSSAS VIDAS SÃO RESULTADOS DA DESOBEDIENCIA ÀS ORDENS DE DEUS.

Se a minha relação com Deus não for intensa, perde a graça.

Andar na sua presença é viver comprometido com o padrão mais elevado de vida que é viver com Deus. “Não podemos agradar a Deus andando como queremos”.

Andar na sua presença é não negociar a relação com Deus por nenhuma oferta transitória. As ofertas transitórias são sementes para o desprezo das coisas eternas.

Andar na sua presença é entender que se passarmos um dia sem desfrutar bem da sua revelação ficaremos presos a coisas desnecessárias. Pare de fazer tudo o que está fazendo e comece a buscar a Deus.

Deus anda em busca de pessoas que andem com Ele por aliança.

Deus nos escolheu para caminharmos por aliança. O que aconteceu com Abraão também pode acontecer com você. Você é capaz de deixar sua terra e andar na presença dele.

Caminhar por aliança em tempo de excelência é a restauração plena da sua comunhão com Deus. A bíblia diz em Gênesis que Deus visitava Adão e Eva na viração do dia indicando que essa relação deve ser contínua, diária, persistente. O pecado da desobediência obstruiu essa relação, mas Deus entra em ação com o seu decreto: Sai da tua terra e anda na minha presença. Esse decreto foi feito pelo El Shadai, o Deus Todo Poderoso.

Na aliança





Nenhum comentário: