14 maio 2011

O perdão ao alcance de todos




Leitura bíblica necessária: Is. 55.6,7
Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto. Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno os seus pensamentos; volte-se ao Senhor, que se compadecerá dele; e para o nosso Deus, porque é generoso em perdoar.
Quando a bíblia fala sobre o pecado do homem sempre aponta o caminho para que este se arrependa e se volte pra Deus.
“Ninguém pode dizer: Purifiquei meu coração, estou limpo do meu pecado” (Pv. 20.9) a não ser pela manifestação do perdão de Deus que está ao alcance de todos através de   Jesus ( 1 Tm 2.5).
“Se afirmarmos que não temos pecado nenhum, enganamo-nos a nós mesmos e a verdade não está em nós (1 Jo. 1.8).
Os versículos 6 e 7 de Isaías 55 descrevem o caminho da conversão para alcançarmos o perdão de Deus.
Arrependimento. Arrepender-se é voltar as costas aos caminhos do pecado; é o transgressor deixar de transgredir; é o ímpio deixar a impiedade; é o mentiroso deixar de mentir; é o iníquo deixar os seus maus pensamentos e se converter ao Senhor.
O arrependimento fez parte do discurso de João Batista, Mt. 3.2 - Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus.
O arrependimento fez parte do discurso de Jesus Mc. 1.15-O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo. Arrependei-vos, e crede no evangelho.
O arrependimento fez parte do discurso de Pedro At. 2.38 - Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo.
O arrependimento fez parte do discurso de Paulo At. 17.30-Mas Deus, não tendo em conta os tempos da ignorância, anuncia agora a todos os homens, e em todo o lugar, que se arrependam;
O arrependimento promove festa nos céus, Lc. 15.7,10.
“O VERDADEIRO ARREPENDIMENTO CONSISTE EM DEIXAR DE PECAR”
Regresso a Deus. Regressar para Deus é o mesmo que converter-se a Ele. A conversão é a manifestação do arrependimento, é o nível que leva o homem a ter o seu caráter transformado pelo Espírito Santo. Exemplos:
Pedro, o pescador profano Mt. 26.74, tornou-se um grande pregador do Evangelho. At. 5.15;
O endemoninhado agitado Mc. 5.5, torna-se um discípulo calmo, Mc. 5.15;
Saulo, o sanguinário perseguidor, At. 9.1, torna-se terno apóstolo Paulo, At. 21.13.
Misericórdia de Deus. Quando o pecador deixa o seu mau caminho, Deus se compadece, pois as suas misericórdias são sem fim (Lm. 3.22).
O divino perdão. “Porque grandioso é em perdoar”.
Deus é dono do perdão. Is, 43.15
Deus é fiel no perdoar. 1 Jo. 1.9.

Josenilton Rosa Pinheiro.

Um comentário:

Fábio disse...

Pastor,
Ótimo estudo, peço a Deus que gere em mim todos os dias um arrependimento genuíno.
Que Deus continue lhe usando e dando estas belas e abençoadoras palavras.
Um abraço,
Fábio Vinícius