11 fevereiro 2016

INOVAÇÃO E NASCER DE NOVO

“... se alguém não nascer de novo” (João 3.3.)


Nascer de novo. A porta de entrada no Reino de Deus. 
A mensagem foi clara, como deve ser clara toda inovação, mas, para Nicodemos aquilo era extremamente desafiador. Ele queria saber ‘como pode um homem nascer, sendo velho’. Sua dificuldade parece não ser receber o novo, mas como processar o novo na sua própria vida. Acredito que ele estava disposto a fazer o que fosse necessário para produzir essa mudança, porém, Jesus lhe mostrou que esse tipo de nascimento não é produzido pelo homem e sim pelo Espírito de Deus.

Há mudanças, amigos, que cabe a cada um de nós produzirmos. Temos um poder extraordinário de inovação dentro de nós que só será ativado se deixarmos ‘as coisas velhas para trás’ e implantarmos o novo. 
Gosto da definição dada por Guy Kawasaki, ex-funcionário da Apple sobre inovação: “o segredo da inovação acontece quando você decide criar sentido. Criar sentido significa que você quer transformar o mundo num lugar melhor”.
Mas, não há atalhos para entrar no Reino de Deus. É preciso nascer de novo. Isso não é inovação, é regeneração. Não é algo que você possa fazer por si mesmo. É operação única e exclusiva do Espírito Santo.

Craig Groeschel escreveu: “Não acha que chegou a hora de se despir dos muitos rótulos agarrados à sua reputação e revelar quem você é de verdade? O que você foi não interessa, mas, sim, em quem você pode se transformar. E não há nenhum nome que tenha sido dado a você mais poderoso do que o nome de Jesus. Se Deus pôde trazer Jesus ao mundo na linhagem de uma prostituta, imagine o que ele quer fazer por você”.
Para o Reino de Deus: Nascer de novo. Só Deus pode fazer.
Para o mundo real: Inovação. Você pode fazer.

2016 tá pra mim!

Nenhum comentário: