20 agosto 2007

QUE TIPO DE OUVINTE É VOCÊ?


Bem-aventurado aquele que lê e bem-aventurados os que ouvem as palavras desta profecia e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo. (Ap. 1.3).


Geralmente as pessoas optam por ouvir aquilo que gostam. Porém na maioria das vezes ouvem coisas que não gostam e o que é pior, ouvem o que não presta. Sua liderança dependerá em grande parte daquilo que você ouve, pois será exatamente o que você falará.
Dependendo do ambiente a que você se expõe poderá ouvir mais coisas que não prestam do que coisas boas. Neste aspecto seja um referencial de coisas boas. Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que seja boa para a necessária edificação, a fim de que ministre graça aos que a ouvem. (Ef. 4.29).
O que está registrado em Apocalipse 1.3 é um decreto de Deus para a felicidade do seu povo por meio daquilo que ouve. Por esse decreto Deus quer que sejamos bons ouvintes.
De um modo geral ouvimos Deus falando através dos profetas, através da leitura bíblica, ao nosso espírito que é a maneira mais comum de Deus falar conosco etc, mas independente da forma como Ele nos fala precisamos entender o fato de que é indispensável que sejamos bons ouvintes.
· Ouvir bem significa que seremos bem orientados. “Bem aventurados os que ouvem as palavras desta profecia”. Quando nos dispomos a ouvir bem, dando atenção Àquele que nos fala, nunca ficaremos sem orientação em todas as áreas da nossa vida. Sabe porquê existem cristãos inseguros? Porque não ouvem o que Deus diz e se ouvem não dão crédito.
· Ouvir bem significa que vencemos as inquietudes da alma. Uma alma ansiosa mal ouve, mal sabe, mal vive. Se estivermos angustiados com os problemas da vida não vamos conseguir nos concentrar naquilo que Deus nos fala, por isso Ele diz: “Quem tem ouvidos ouça”. Quando você estiver no templo ou nas células atente mais para ouvir do que para falar, “porque chegar-se para ouvir é melhor do que oferecer sacrifícios de tolo” (Ec.5.1).
· Para ser um bom ouvinte precisamos nos converter ao princípio de Salmos 37.4 que diz: “Deleita-te no Senhor e Ele concederá o que deseja o teu coração”. Isto quer dizer que podemos fazer com que a nossa alma se sossegue em Deus. Dê ordens a sua alma para que sossegue na presença do Deus todo poderoso. Seja daqueles que confiam em Deus e não dos que confiam em carros e cavalos (Sl.20.7). Quando a nossa fé está em Deus não há lugar para instabilidades. Pense nisto!
· A primeira experiência do homem foi ouvir Deus (Gn.1.28) Então Deus os abençoou e lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos; enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu e sobre todos os animais que se arrastam sobre a terra. Em outras palavras o que Deus fala é para frutificação, multiplicação, crescimento e domínio. Se estas coisas estão faltando em nossa vida é porque não estamos ouvindo Deus o suficiente.

Pois se alguém é ouvinte da palavra e não cumpridor,
é semelhante a um homem que contempla no espelho
o seu rosto natural; porque se contempla a si mesmo
e vai-se, e logo se
esquece de
como era. (Tg.1.23,24)






Dicas para aplicação:

· Crie o hábito de anotar tudo o que você ouve. Tenha um caderno só pra isso.
· Não deixe de ouvir a mesma coisa várias vezes e de várias maneiras.

Ponha em prática

Ainda hoje.

Pr. Jó

Um comentário:

josemar Bem disse...

Ótimo esse texto. Na medida que você vai lendo em voz alta o exercício já se faz presente começando a ouvir a sí mesmo!Já é um bom começo.