23 setembro 2007

PRESTAÇÃO DE CONTAS

Quero com este título falar sobre os benefícios quando prestamos contas ao nosso líder. Quando prestamos contas ao nosso discipulador evitamos uma série de problemas e pecados. Abrir o coração e falar das dificuldades que sentimos, das lutas que passamos, dos traumas que vivemos, das conquistas que tivemos etc., nos dá um alívio emocional e nos leva ao lugar de renovação espiritual que precisamos. Erraríamos menos se prestássemos contas com mais freqüência. Cometeríamos menos pecados, ou até não os cometeríamos se estivéssemos constantemente alerta no prestar contas àquele que Deus escolheu para nos discipular. Quando prestamos contas ao nosso discipulador fortalecemos nosso caráter. Cada oportunidade que temos de abrir nosso coração com nosso líder é uma nova oportunidade que Deus nos dar para o fortalecimento do nosso caráter nos parâmetros de sua palavra. Ter um caráter semelhante ao de Cristo é uma das ênfases que a Visão prega e alcançamos isto à medida que prestamos contas ao nosso líder. Quando prestamos contas nos desviamos dos esmorecimentos do ministério. “Todo líder já pensou em desistir”. A primeira vez que ouvir isto foi como um bálsamo na minha alma, pois já pensei em desistir muitas vezes. A verdade é que os desafios que o ministério apresenta são muitos. Não é fácil manter-se motivado ante as dificuldades que encontramos nas células, na realização dos encontros, na consolidação, na escola de líderes etc. Porém quando estamos acobertados pelo nosso líder o esmorecimento não nos atinge. Quando prestamos contas nossa percepção da verdade é aguçada, pois somos orientados em toda verdade do evangelho.
Os princípios da Visão Celular estão firmados na verdade da palavra de Deus e não podemos perder esta percepção, mas aguçá-la cada vez que nos expomos ao ensino e orientação do nosso líder. A absorção das verdades da palavra de Deus não é instantânea, mas processual e é por isso que devemos usar toda forma que nos estimule a permanecer nestas verdades e a prestação de contas é uma delas. Quando prestamos contas transformamos a solidão em amizade.
As freqüentes lutas da vida às vezes nos fazem sentir solitários por não conseguirmos fazer com que as pessoas tenham a mesma percepção que temos ou por qualquer outro motivo. Quando temos alguém para prestar contas rompemos com facilidade esse sentimento de solidão e firmamos uma amizade conforme Pv. 27.17 - Como o ferro com ferro se aguça, assim o homem afia o rosto do seu amigo. Quando prestamos contas temos condições de dominar a tristeza e viver no espírito esperançoso ensinado pelo apóstolo Paulo em Rm. 8.18 - Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada.
O que é perceptível no viver diário de cada um de nós é que às vezes somos surpreendidos por situações que nos deixam tristes e abatidos, situações estas que vem com a tentativa de roubar-nos o ânimo na nossa jornada para o céu. Quando prestamos contas de como estamos ao nosso consolidador fica mais fácil lidar com essas adversidades e conseguimos dominá-las, pois nos alinhamos com quem vai nos ajudar. Alguém já disse que “o homem não é uma ilha”. A verdade contida neste ditado pode ser entendida no fato de que ninguém foi criado para viver isolado, principalmente quando vive momentos de tristezas. Experimentamos curas quando prestamos contas.
À medida que abrimos nosso coração com nosso discipulador recebemos cura. Este princípio pode ser notado no SL 32:3... Que fala do silêncio que gera enfermidade. “Quando eu guardei silêncio, envelheceram os meus ossos pelo meu bramido em todo o dia”. Porque de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; o meu humor se tornou em sequidão de estio. Confessei-te o meu pecado, e a minha maldade não encobri. Dizia eu: Confessarei ao SENHOR as minhas transgressões; e tu perdoaste a maldade do meu pecado“. O simples fato de ter alguém para nos ouvir já é uma terapia que só nos faz bem, quanto mais tendo alguém que além de nos ouvir ainda nos oferece restauração e cura! Evitaríamos muitos conflitos se tão somente abríssemos nosso coração para receber cura. Quando temos alguma dor e vamos ao médico falamos exatamente o que sentimos e partindo dessa informação o médico nos oferece meios de cura. Não tenha medo de falar de suas debilidades ao seu discipulador e não se surpreenda se a cura chegar com rapidez. Quando prestamos contas fortalecemos a nossa fé.
Todos nós precisamos de fé para vencer, bem como precisamos vencer as adversidades para fortalecer a nossa fé. Prestar contas fortalece a nossa fé porque o nosso líder não vai nos ridicularizar quando não estamos dispostos a continuar. Ele será o meio usado por Deus para reanimar a nossa fé e fortalecer o nosso coração. Quando prestamos contas os problemas são resolvidos com maior rapidez. Imagine uma pessoa que começa a sentir dores no corpo e não procura o médico. Essas dores aumentam a cada dia e mesmo assim a pessoa se recusa a buscar ajuda médica. O tempo passa e quando não agüenta mais ela resolve ir ao médico e para surpresa sua o diagnóstico do médico não é um dos melhores. Assim acontece com muita gente. Só procura o discipulador quando o problema não tem mais controle e desesperadamente sai em busca de ajuda. Quanto mais cedo buscamos ajuda mais rápido ela virá. Isto é uma decisão. Quando prestamos contas temos condições de trocar idéias que certamente nos ajudarão a viver mais e melhor.
O simples fato de ouvirmos as pessoas é suficiente para termos boas idéias. Aprenda a ouvir e extraia o máximo possível de aprendizado com o teu consolidador. Quando prestamos contas conseguimos manter o equilíbrio em todas as áreas da nossa vida.
Isso significa evitaremos muitos problemas no futuro por decisões ou atitudes erradas que tomaríamos se estivéssemos sozinhos. O meu líder tem uma visão aguçada e pode ver as coisas melhor do que eu. Quando prestamos contas fica mais fácil identificar os ataques surpresa do inimigo.
Como o nosso líder tem uma visão maior que a nossa esses ataques podem ser percebidos por ele e seremos ajudados a tempo. Nunca subestime a capacidade de percepção do seu líder. Quando prestamos contas nossa liderança é desenvolvida.
À medida que estou sendo acompanhado pelo meu líder aprendo com ele a desenvolver também a minha liderança pessoal através do seu modelo de vida. Aprendo a ouvir porque sou ouvido, aprendo a liderar porque sou liderado etc. Quando prestamos contas restringimos nosso ego.
Acredito que uma das maiores dificuldades que temos no discipulado é lidar com pessoas presas pelo seu próprio ego. Gente acostumada a não dar satisfação a ninguém e a viver somente em função de si mesma. Um líder em potencial como você e eu não podemos nos deixar prender pelo ego. Aprenda a sair das suas “quatro paredes” e abra seu coração para aquele que foi colocado por Deus para te abençoar.
Pastor Josenilton
Fonte Bibliográfica - O pastor pentecostal CPAD, pág. 21...

Nenhum comentário: