07 setembro 2007

Sinto falta



Sinto a falta dos amigos que me olhavam nos olhos e diziam o que eu precisava ouvir

Dos amigos leais que nunca me ocultaram seus erros, nem censuraram os meus.
Sinto falta dos que sorriram comigo,
E choraram também, e muito.
Sinto falto dos seus sonhos tão possíveis como se me dissessem: Estamos juntos.
Sinto falta das perguntas: O que é isso? Como é aquilo?
Sinto falta dos amigos que diziam: Quando eu crescer eu quero ser...
Sinto falta...
E me dei conta que eles cresceram, amadureceram e se foram.
Hoje já não sei o que falam,
E o que sei é:

Sinto falta!


Josenilton Pinheiro



Nenhum comentário: