16 novembro 2007

E se o seu mundo desmoronar?

Texto bíblico: Jó 1. 1-22
Adorador apesar de...
“um homem não é derrotado quando perde coisas preciosas, mas quando sai da presença de Deus”.
Se Deus tirasse tudo o que você tem você permaneceria fiel a Ele? Ler o capítulo 1 do livro de Jó provoca as mais diversas reações, pelo menos em mim. Dá a sensação de que não vale a pena ser correto.
Ser íntegro, o que é moralmente correto parece não valer a pena. Ser integro fala de mim pra mim mesmo; fala do que sou e não do que dizem de mim. Ser integro é a capacidade de não se deixar camuflar pelas aparências internas e externas que existem dentro de nós. Fala da maneira de ser para com nós mesmos. Jó, no seu modo de ser para consigo mesmo era íntegro e quem é integro sempre terá o respaldo de Deus. Você pode achar que sou bom, mas só eu sei se sou; Você pode achar que sou verdadeiro, mas só eu sei se sou; Você pode achar que sou honesto, mas só eu sei se sou. Ser reto, o que é socialmente correto parece não valer a pena. Ser reto fala das relações com as pessoas. Se existe algo que está em extinção nas relações humanas é a capacidade de ser reto. Se for verdade o que um adágio popular diz, “a mentira tem pernas curtas”, para alguns que estão lendo este texto os dias estão contados. Mais cedo ou mais tarde as pessoas do seu relacionamento hão de descobrir se é verdadeiro ou não o seu modo de ser e de agir com eles. Quando não vivemos em integridade, passamos a ter um relacionamento disfarçado com as pessoas, ou seja, se eu não sou verdadeiro comigo mesmo, porque o serei com os outros?
Ser temente a Deus, o que é espiritualmente correto parece não valer a pena. Ser temente a Deus fala da relação com o próprio Deus. Numa escala de prioridades por que temer a Deus vem por ultimo? Na sua relação pessoal você pode até não ser integro, na sua relação social você pode até não ser reto, mas, na sua relação com Deus, precisa ser temente a Ele. E quem é temente a Deus deve ser integro e deve ser reto. Que se desvia do mal. Um homem com as características de Jó, descritas pelo autor do livro e por Deus é raridade nos dias de hoje, mas também era raridade nos dias de Jó. Isso é tão verdade que foi necessário descrever a pessoa de Jó como alguém que teve estas marcas dando a impressão de que não era fácil encontrar gente como ele. Você pode estar se perguntando: O que tudo isso tem a ver com o mundo que se desmorona?
1. O fato de você ser integro não dá a garantia de que seu mundo não seja desmoronado. Ser integro não é um seguro de vida contra as tragédias da vida. 2. O fato de você ser reto não dá a garantia de que seu mundo não seja desmoronado. 3. O fato de você ser temente a Deus não dá a garantia de que seu mundo não possa ser desmoronado.
Desde pequenos, ouvimos casos de tragédias, de mortes e até parece que nos acostumamos com eles que já não nos assustamos mais, e aí parece tudo normal. Somos levados a caminhar com Deus, a amar a Deus, a servir a Deus e parece que o fato de termos Deus, estamos livres de todas as tragédias na vida. Só que no dia a dia vamos descobrindo que isso não é verdade e quando pegos por uma tragédia, perguntamos: Deus, por quê? Fazemos essa pergunta por que a base da nossa relação com Ele está errada: A base da troca.
A RELAÇÃO DE JÓ COM DEUS ESTAVA ACIMA DAS COISAS QUE ELE POSSUIA Ele tinha 10 filhos, 7 homens e 3 mulheres. Ele tinha 7000 ovelhas Ele tinha 3000 camelos Ele tinha 500 juntas de bois
Ele tinha 500 jumentas Ele tinha muita gente que o servia
Ele tinha uma mulher. 2.9
Temo quando a base da nossa relação com Deus se limita no que Ele pode nos dar.
A RELAÇÃO DE JÓ COM DEUS ESTAVA ACIMA DAS TRAGÉDIAS OCORRIDAS EM SUA VIDA
Na primeira invasão os sabeus levam seus bois e jumentas e matam os jovens que cuidavam. Fogo de Deus cai do céu e queima as ovelhas e os jovens que cuidavam. Na segunda invasão os caldeus levam as ovelhas e matam os jovens. Um grande vento de alem deserto derruba a casa e mata seus filhos. AS REAÇÕES DE JÓ E MINHAS CONCLUSÕES Jó era um camarada muito frio ou muito fiel.
É possível que um ser humano viva ou veja as maiores desgraças e reaja com total frieza. Jó era um adorador apesar de...
Apesar de ter perdido vidas e bens ele não deixa de adorar, pois “um homem não é derrotado quando perde coisas preciosas, mas quando sai da presença de Deus”.
Levantou-se. As tragédias da vida podem nos fazer prostrar, mas não tem o poder de nos impedir de levantar. Sempre encontraremos em Deus forças para levantar.
Rasgou seu manto como se dissesse: "Esse é um momento para eu ser extremamente integro, despido de qualquer aparência". Rapou a cabeça. Lançou-se sobre a terra e adorou.
Para refletir: Se Deus tirasse tudo o que você tem, você permaneceria fiel a Ele?
Quais têm sido as suas reações quando algo não foi do jeito que você esperava?
Quais as coisas que te fazem parar de adorar?
Simplesmente Jó.

Nenhum comentário: