04 novembro 2007

QUANDO A MEDIOCRIDADE E A EXCELÊNCIA SE ENCONTRAM


Desistir sem tentativas é mediocridade.


Lucas 24.13-35, narra o episódio de dois discípulos desistentes. Marcados, certamente pelo desapontamento de não terem o Cristo ressuscitado tomam uma decisão um tanto irrefletida. Decidiram caminhar para uma aldeia chamada Emaús onde poderiam de alguma forma se ver livres de dar satisfações sobre sua fé no Filho de Deus. Afinal, se Jesus não tivesse ressuscitado de fato, eles teriam que dar satisfações sobre Aquele que eles acreditavam ser o remidor de Israel. Sendo esta ou não a razão de tomarem o rumo de Emaús uma coisa é certa: Foram pegos pela mediocridade.
A atitude de mediocridade deles foi marcada pela desistência. Até entendo quando uma pessoa depois de algumas tentativas sem êxito desiste. Isso acontece todos os dias e em todos os lugares, mas desistir sem tentativas é mediocridade. Se eles tentassem ao menos visitar o túmulo de Jesus pra saber o que tinha acontecido e O encontrasse sepultado sem nenhuma possibilidade de ressurreição, poderiam até desistir, mas eles não fizeram tentativa nenhuma e decidiram errado.
A atitude de mediocridade deles foi marcada pela desobediência. Jerusalém era o lugar indicado por Jesus aos seus discípulos e não Emaús. Eles foram desobedientes à instrução de Jesus rumando para um destino incerto e revelando a essência do seu caráter, pois o lugar para onde vamos revela quem somos.
Os medíocres fortalecem seus argumentos, mas não tem discernimento. O versículo 14 diz que “iam comentando entre si tudo aquilo que havia sucedido”. Seus argumentos poderiam ser verdadeiros, mas sem discernimento algum. Falavam, mas não discerniam.
Quando visitados pela Excelência os medíocres não percebem. A aproximação de Jesus não foi suficiente para que O reconhecessem. O medíocre é tão medíocre que quando visitado pela excelência não consegue perceber.


O medíocre se exclui. Eles deixaram os demais discípulos e foram.
O excelente se inclui. “O próprio Jesus se aproximou” v. 15.


Como sair da mediocridade e andar na excelência.


1. Sendo restaurado na visão. Ser restaurado na visão é ter uma visão correta a respeito de Jesus e de si mesmo.
2. Sendo restaurado na capacidade de mudança de atitude. Tão logo eles receberam a restauração na visão mudaram sua atitude. Voltaram para o lugar de origem, Jerusalém.
3. Mudando o vocabulário. Não falavam mais de suas decepções e de sua incredulidade, mas “contaram o que aconteceu no caminho” v.35.


Pastor Josenilton Pinheiro

Nenhum comentário: